AÇÃO SOCIAL: SEASPAC INICIA MAIS UMA CAPACITAÇÃO DO PROGRAMA CRIANÇA FELIZ

AÇÃO SOCIAL: SEASPAC INICIA MAIS UMA CAPACITAÇÃO DO PROGRAMA CRIANÇA FELIZ

Nesta segunda-feira, 14, no auditório da Seaspac – Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários – começou mais uma capacitação de equipes dos Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) para execução do Programa Criança Feliz, que tem como objetivo principal promover o acompanhamento de famílias carentes na promoção do desenvolvimento integral da primeira infância.

Segundo Luís Carlos Figueiredo, multiplicador estadual do Programa Criança Feliz, essa segunda capacitação acontece a pedido da Seaspac em função de reformulação das equipes, a partir da admissão de novos servidores para o programa, que iniciou no fim de 2017 em Marabá.

A capacitação tem como objetivo orientar os técnicos visitadores, que vão trabalhar em campo com as famílias, tendo como foco as gestantes e crianças na primeira infância; e os supervisores, que em cada CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) vão lançar os dados dessas famílias no sistema de informação.

De acordo com Nadjalúcia Lima, secretária de Assistência Social, o Programa Criança Feliz objetiva trabalhar as crianças e respectivas famílias inscritas no Bolsa Família, para evitar jovens problemáticos futuros, envolvidos com drogas e outros crimes. Nadjalúcia citou dois exemplos trágicos recentes, em que a Seaspac doou urnas funerárias para irmãos assassinados em curto espaço de tempo.

O programa foi implantado em Marabá no fim do ano passado, mas teve novo impulso este ano, a partir de processo seletivo para contratação de novos servidores, exclusivos para o atendimento à demanda do Criança Feliz nas áreas onde tem CRAS. “As famílias a serem trabalhadas já são definidas pelo próprio Bolsa Família”.

Conforme dados fornecidos pela Seaspac, cada CRAS realiza cerca de 90 visitas/mês; um total de 220 famílias são assistidas no Programa Criança Feliz em Marabá, cujos dados estão sendo lançados no Prontuário Eletrônico do programa, no sistema de informação do SUAS – Sistema Único de Assistência Social.