terça-feira - 18 setembro 2018

CARNAVAL ESQUENTA ECONOMIA MARABAENSE

CARNAVAL ESQUENTA ECONOMIA MARABAENSE

Diversão para uns, trabalho para outros. O comerciante Marabaense enxergou na festa carnavalesca oportunidade para um grande negócio. Mais de 600 ambulantes foram cadastrados no Departamento de Postura de Marabá, dos três núcleos da cidade, a fim de defender o pão de cada dia.  Segundo o coordenador do Departamento Municipal de Postura, Túlio Rosemiro, a expectativa é das melhores para as vendas, uma vez que, a economia, melhorou muito na cidade.

Ele calculou que foram cadastrados, 658 ambulantes para trabalharem nos três núcleos de Marabá, além de São Félix, Morada Nova e ainda Bairro Independência, locais onde está ocorrendo o carnaval do município. O DMTU (Departamento Municipal de Trânsito Urbano) uniu forças com a Guarda Municipal, além do Departamento de Postura para organizar a grande festa momesca.

A comerciante Maria das Neves Lopes Lima, ambulante na venda de comida típica paraense há 34 anos, estava animada em sua barraca localizada na Praça Duque de Caxias, Marabá Pioneira. “O carnaval está bem organizado, esperamos que nesta festa o movimento seja bom”, ansiou ela. Ambulante no ramo de coquetéis, Valdemir Pereira, agradeceu pela oportunidade. De acordo com ele, o movimento está melhorando a cada dia, sendo razoável. Fazendo as contas, ele chega a ganhar nos 4 dias de carnaval um salário mínimo [R$ 954], ou até mais. Montante esse que, não fatura em um mês de trabalho. “No carnaval vêm pessoas de fora para apreciar a festa. Nossa expectativa é vender bastante”, contou Valdemir.

Luiza Pantoja, proprietária de uma barraca de adereços de fantasia, frisou que vale a pena investir no negócio. Ela espera faturar, contando com as quatro noites, cerca de 4 mil reais. A ambulante fabrica os próprios produtos e revende. Aproveitando também a oportunidade, a estudante Verônica Arcanja, cursa Engenharia Florestal na Uepa (Universidade Estadual do Pará), ela vendeu caipirinhas [2 reais], para arrecadar fundos para formatura de sua turma. “Essa oportunidade que o prefeito está dando eu gostei muito, está bastante organizado [o carnaval]. Na noite passada vendemos bastante e não aconteceu nenhuma briga”, pontuou.

Texto: Emilly Coelho

ACESSIBILIDADE
X