DIA DA PÁTRIA: BANDA MUNICIPAL FAZ ENSAIOS EXTRAS NA RETA FINAL PARA OS DESFILES DO 7 DE SETEMBRO

DIA DA PÁTRIA: BANDA MUNICIPAL FAZ ENSAIOS EXTRAS NA RETA FINAL PARA OS DESFILES DO 7 DE SETEMBRO

A Banda Municipal de Música intensificou os ensaios para participação nos desfiles da Pátria, que vão ocorrer no período de 4 a 14 de setembro próximo, nas zonas urbana e rural de Marabá. Ligada à Secretaria Municipal de Cultura, a banda tem como coordenador o professor Melquíades Justiniano da Silva e como regente Eurivan Souza da Silva.

Atualmente, há 35 músicos fixos, que recebem o suporte de outros instrumentistas voluntários nesta reta final, que ensaiam três vezes por semana: segundas, quartas e sextas-feiras no Cine Marrocos, Marabá Pioneira. Mas no mês que antecede os desfiles, eles também participam de dois ensaios extras.

A banda é composta por jovens de várias idades, mas Eurivan observa que estão aptos a ingressar no grupo crianças a partir de 10 anos. Ele mesmo tem uma longa história de ligação com a Banda Municipal, tendo iniciado aos 12 anos de idade e, depois de 18 anos foi presenteado com o ofício de regente, do qual tem muito orgulho. Nesse período, Eurivan serviu o Exército Brasileiro por sete anos, mas mesmo assim sempre esteve ligado à instituição onde cresceu tocando vários instrumentos musicais. O regente estudou teoria musical e casou-se com Ioranna Kailla Diniz Paiva, também professora de música na Fundação Casa da Cultura de Marabá.

Com estilo de banda de música – com percussão e sopro – a Banda Municipal está sendo reestruturada desde a mudança de governo e tem preparado para os desfiles deste ano 12 canções e hinos que serão executados na avenida, entre os quais o Hino Nacional Brasileiro e o Hino da Independência.

A banda toca em vários eventos na cidade e, embora algumas pessoas imaginem que os ensaios comecem próximo do desfile de 7 de Setembro, em verdade, segundo Eurivan, eles iniciam em fevereiro, sempre à noite, porque alguns membros estudam ou trabalham durante o dia.

Outro exemplo de forte ligação com a Banda Municipal é do jovem Ricardo Bezerra da Silva, de 25 anos de idade. Há sete anos ele entrou no grupo para tocar caixa e nunca abandonou esse instrumento de percussão. “Eu queria passar para o sopro. Estudei flauta doce, toquei bumbo em algumas ocasiões, mas me identifico muito com a caixa, o instrumento que tem mais gente tocando na banda”, sorri.

Para Ricardo, que reside na Marabá Pioneira desde que nasceu, a música é um presente, “uma oportunidade que se abre para nós, jovens e adolescentes, aqui no Cine Marrocos. A gente se apaixona pelo grupo, pela música e não quer mais sair daqui”, conta.

A Banda Municipal vai encarar mais de 20 desfiles no mês de setembro, sendo a maioria na zona rural do município.

Deixar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACESSIBILIDADE
X