quarta-feira - 12 dezembro 2018

Educação: Comunidade e escola cultivam horta no linhão no Bairro Araguaia

Educação: Comunidade e escola cultivam horta no linhão no Bairro Araguaia

Na manhã de sexta-feira (30), os alunos da Escola Municipal José Flávio do Bairro Nossa Senhora Aparecida contribuíram com o Meio Ambiente, com uma das mais belas práticas, o plantio. As crianças entre 06 a 12 anos deram início ao plantio de macaxeira, em uma área conhecida como linhão. A ação do cultivo de horta faz parte do Projeto Paz desenvolvido em parceria com a Associação de Moradores, o Movimento Socioambiental de Educação e Cultura Ecológica (Mosaeco) e ainda a Associação dos Ambientalistas, com apoio da Prefeitura de Marabá.

Cristina Arcanjo, representante do Mosaeco, disse que a ideia é incentivar a comunidade a cuidar dos espaços públicos existentes. O projeto prevê a apropriação de toda a área do linhão para o cultivo de hortas, macaxeira e girassóis, e assim, evitar a degradação do local que está sendo é usada para despejo irregular de lixo.

“O intuito é dar produtividade, gerando renda e também promover a economia solidária. Que os moradores possam, além de cuidar esteticamente, usufruir de alguma forma desse espaço que é imenso e estaria aqui improdutivo”, explica Cristina.

A coordenadora escolar Cléo Barbosa reforça dizendo que o projeto vai muito além da conservação do patrimônio e da sustentabilidade. “Queremos ensinar as crianças que nós podemos plantar nossos próprios alimentos”, disse ela. Lá estudam 837 alunos e todos estão envolvidos.

Edson Feitosa, presidente da Assoa, observa que a ação está aliada a outro projeto chamado de “Quintal Sustentável”, que também tem todo o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e da Chácara Emaús que tem fornecido a macaxeira. Por lá, já existem muitos moradores comprando a ideia e já cultivando hortas ao longo do linhão. “Ninguém é dono, é de toda a comunidade. Qualquer pessoa pode pegar, mas terá de plantar outra no lugar”, enfatiza Feitosa.

O presidente da Associação de Moradores do Bairro Araguaia, Manoá Silva, abraçou o projeto e tem muitas expectativas. “A Prefeitura fez a limpeza da área e está sendo parceira. Essa área agora terá uma utilidade”, destacou ele.

Para os alunos a experiência foi maravilhosa e interessante. Garcione Fonteneles, de 10 anos, teve o primeiro contato com o plantio e gostou. “Foi muito bom porque a gente vai cuidar do que plantamos”, afirma o aluno.

Jânio Vitor, de 13 anos, descreveu a experiência com satisfação. “A gente plantou, mexeu com a terra”, comentou ele. Da mesma forma, Bruce Wide, já ajuda na horta da escola, mas disse que é sempre bom contribuir com o meio ambiente. “Vai ficar muito bom e bonito”, ressaltou.

Deixar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACESSIBILIDADE
X