EDUCAÇÃO: PREFEITURA REINAUGURA DUAS ESCOLAS ESTA SEMANA

EDUCAÇÃO: PREFEITURA REINAUGURA DUAS ESCOLAS ESTA SEMANA

A administração municipal reinaugura nos dias 08 e 09 de fevereiro, respectivamente, as escolas Maria das Graças Ribeiro de Souza, situada no Bairro Belo Vista e Heloísa de Souza Castro, no Bairro Laranjeiras. Depois de ampla reforma dos estabelecimentos, que há muitos anos sofrem com o desgaste natural de suas estruturas, professores, alunos e a população em geral agradecem pelas benfeitorias.

Segundo a diretora da Escola Maria das Graças, Maira Suanze Manheze, naquele estabelecimento com nove salas de aula estudam 680 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, duas turmas do Ensino de Jovens e Adultos (EJA) e mais um grupo de alunos do 6º ao 9º, provenientes da Escola Irmã Teodora. “A reforma elevou a autoestima dos servidores e alunos”.

A diretora afirma ainda que existiam áreas difíceis de utilizar, como um desnível elevado entre uma passarela e outra, que vez em quando causava acidente nas crianças. “A reforma deu outro aspecto, a escola está 100% nova. Até o buraco virou uma mini praça”.

Já Ivaldo Braga Batista garante que a comunidade está feliz com a reforma da escola. E isso acontece graças a nova gestão. “Aliás, é a única que vi trabalhar em Marabá”.

Por sua vez, a moradora Edejane Araújo, que tem uma filha estudando na Escola Maria das Graças, afirma que o estabelecimento escolar está bem melhor, não tem mais lama e as crianças estudam e brincam sem se machucar.

 

Escola Heloísa Castro – A Escola de Ensino Fundamental Heloísa de Souza Castro, é considerada um estabelecimento de grande porte, com 13 salas de aulas, onde estudam 918 alunos do 1º ao 9º ano, mais 44 alunos do Atendimento Especializado, ou seja, portadores de necessidades diversas, advindos de várias escolas. A revitalização trouxe vida nova à escola, “um sonho realizado”, como diz a diretora Rosilene Dias, referindo-se aos muitos  anos que aguardava por esse acontecimento.

Conforme Janaína Moraes da Silva, moradora às proximidades da Escola Heloísa Castro, onde duas filhas estudam, aquele estabelecimento melhorou não só no aspecto físico, mas também na direção. “Este ano está tudo mais organizado, inclusive com melhor atendimento”.

Trabalhador de um lava-jato em frente, Israel Farias de Souza, disse que quando começou a trabalhar ali a Escola Heloísa Castro estava muito feia, com as paredes descascando, lâmpadas da quadra de esportes queimadas. “Agora, a escola ficou bonita”.

ACESSIBILIDADE
X