quarta-feira - 14 novembro 2018

INDÚSTRIA: PERSPECTIVAS DE CRESCIMENTO E PARQUE ENERGÉTICO FORAM TEMAS DE REUNIÃO ENTRE SICOM E CELPA

INDÚSTRIA: PERSPECTIVAS DE CRESCIMENTO E PARQUE ENERGÉTICO FORAM TEMAS DE REUNIÃO ENTRE SICOM E CELPA

Foi realizada na manhã desta quarta-feira (2) uma reunião entre a Secretaria de Mineração Indústria Comércio Ciência e Tecnologia – SICOM e representantes da Diretoria de Estratégia e Regulação da Celpa (Centrais Elétricas do Pará), na sala de reuniões da Sicom. O encontro contou com a presença do do Diretor de Sustentabilidade da SINOBRAS.

O objetivo foi informar à concessionária de energia sobre os projetos de desenvolvimento previstos para Marabá em curto, médio e longo prazo, tendo em vista a atual dimensão do parque energético na região.

Michel Ferreira Rendeiro, analista de Mercado, expôs sobre o abastecimento de energia elétrica no Pará e afirmou que o objetivo vinda da equipe à Marabá foi ouvir da SICOM e seus parceiros para que a concessionária saiba das necessidades atuais e futuras de energia elétrica e assim se prepare para suprir essa demanda.

O secretário municipal Ricardo Pugliese e o presidente da ACIM, Ítalo Ipojucan Costa, falaram das perspectivas de empreendimentos na região e como o sudeste do Pará, mesmo diante das dificuldades econômicas que afligem o País, vem crescendo gradativamente, tendo projeções de novas indústrias e negócios.

Também participaram os diretores Mauro de Souza, João Tatagiba, Raimundo Nonato Júnior, e Clayton Labes, representante da Sinobras. O resultado da reunião foi considerado, por todos, satisfatório, uma vez que ali foram colocadas as demandas de Marabá e região para que a Celpa tenha conhecimento antecipado destas em relação ao parque energético local.

Participaram ainda do encontro, pela Celpa, Cecília Cavalcante, consultora do Poder Público; Valdison Guiral, facilitador de qualidade da área de Manutenção; Helena Veras, assistente administrativa da área de Expansão; Francisco Lira Júnior, líder operacional de Recuperação de Energia; e Larissa Silva, da Assessoria de Comunicação.

ACESSIBILIDADE
X