O Serviço de Atendimento ao Cidadão (SACI) está completando nesta quinta-feira (22), 15 anos de criação em Marabá e apesar dos percalços, tem motivos para comemorar. Um deles é o agendamento pela Internet que ajudou muito a desburocratizar os serviços.

A partir das 8h da manhã desta quinta-feira será celebrado pelos servidores, população e autoridades o aniversário do órgão, na sede da Secretaria Municipal de Ação Comunitária Trabalho e Cidadania (SEMAC), na Folha 32, Nova Marabá.

Dirigindo o órgão há oito meses, o coordenador Westermarck Paixão lembra do sufoco da população em conseguir uma vaga de atendimento. E o sofrimento era grande. Os usuários chegavam meia noite à entrada do prédio para garantir um das 100 fichas disponibilizadas de atendimento.

“O risco de ser assaltado, a exposição às chuvas, ao sereno da madrugada e até mesmo o comércio ilegal de senhas já não existem mais com esse serviço sendo feito através da internet”, disse Westermarck.

Vale dizer que por dia são disponibilizadas 100 fichas ao público além da reserva de mais 20 para a zona rural, 15 pessoas em situações especiais (gestantes e deficientes), e cinco para indígenas. O coordenador lembra, no entanto, que apesar do agendamento, ainda aparecem situações emergenciais.

Falta de material De acordo com coordenador do Saci, ainda existem algumas barreiras que impedem o trabalho do Saci de ser impecável. A maior delas é falta do material para confecção de cédulas de identidade, que é liberado pelo Governo do Estado em quantidade sempre insuficiente.

“Neste momento, por exemplo, estamos com dificuldades para participar de uma ação promovida pela Prefeitura e pela RBATV por falta de material”, queixa-se Westermarck, que pelo mesmo motivo disse que está tendo dificuldade de realizar ações na zona rural.

By

Leave a Reply

Your email address will not be published.