SAÚDE: CORUJÃO INCENTIVA TRABALHADORES A CUIDAR DA SAÚDE

SAÚDE: CORUJÃO INCENTIVA TRABALHADORES A CUIDAR DA SAÚDE

Implantado há pouco menos de um ano, o programa Corujão da Saúde, caiu no gosto da população. Tanto que a procura por atendimento tem aumentado nos Centros de Saúde, onde o programa está funcionando, de segunda a sexta-feira, das 18h às 00h.

O operário Nonato Soares, sofre com dores no estômago, mas durante o dia não tem tempo para cuidar da saúde. Ao saber do Corujão, logo procurou atendimento no Centro de Saúde Hiroshi Matsuda, na Folha 11. “É ótimo pra gente né, porque muitas vezes a gente trabalha durante o dia e não pode vir, e aí a noite já abre as portas pras [sic] pessoas se consultarem” enfatizou Nonato.

Até o mês de abril os atendimentos já resultaram em 4.626 consultas médicas, 1.507 atendimentos de Enfermagem, 4.080 aferições de P.A, 1.272 teste de Glicemia, 827 Imunizados, 328 Coletas de PCCU.

Betânia da Silva, ficou sabendo da prestação de serviço por um aplicativo de celular. A doméstica disse que estava apenas aguardando uma oportunidade para cuidar da saúde. “Eu trabalho durante o dia, quase não tenho tempo por causa do trabalho e agora tive essa oportunidade. Estou aguardando consulta com clínico geral”, disse ela.

O aposentado Levi Lopes, procurou a Unidade Básica Hiroshi Matsuda, na Folha 11, para receber o resultado de um exame e consultar com o clínico geral.  “É muito bom, eu sou lá do Quilômetro 7, e vim aqui porque disseram que estavam atendendo”, explicou seu Levi.

Já a dona de casa, Francisca da Silva de Jesus, foi informada do Corujão por uma amiga. “A gente as vezes não tem tempo pra vir durante o dia né, então a noite é muito bom”, ressaltou Francisca endossando as palavras de Betânia.

Atualmente o programa Corujão da Saúde funciona em três UBS – Unidades Básicas de Saúde: UBS Carlos Barreto, no núcleo Morada Nova; UBS Hiroshi Matsuda, na Folha 11, Nova Marabá; UBS Amadeu Vivacqua, no São Félix II e UBS Pedro Cavalcante, na Rodovia Transamazônica, Bairro Amapá. Sendo que, no Hiroshi Matsuda e Pedro Cavalcante, atuam nesse segmento ininterruptamente de segunda a sexta-feira.

Leudivan Menezes, gerente do Hiroshi Matsuda explica que a UBS já chegou realizar 280 atendimentos, apenas numa noite. Dentre os serviços ofertados estão a consulta com o clínico geral e enfermeiros. Além disso, estão disponíveis atendimento na sala de procedimentos como curativo e retirada de pontos.  Outro serviço disponibilizado é a vacinação também para adultos.

“Com isso, nós conseguimos desafogar o atendimento no Hospital Municipal, porque o paciente recebe o pronto atendimento de 18h à 00h. O paciente ficou muitos anos desassistido e hoje ele tem essa assistência voltada pra saúde” observa a gerente.

 

 

 

 

Deixar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *