SEMED FORMA COMISSÃO PARA DISCUTIR PROPOSTAS DO PCCR

SEMED FORMA COMISSÃO PARA DISCUTIR PROPOSTAS DO PCCR

Hoje, 21, no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), aconteceu a primeira reunião  da comissão para discutir alterações propostas pelo prefeito Tião Miranda no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores municipais da Educação, visando corrigir 12 dispositivos do atual PCCR.

Segundo Luciano Lopes Dias, titular da Semed e presidente da Comissão, embora seja a reunião inicial desse grupo, o assunto já foi apresentado ao Sindicato dos Trabalhadores da Educação e CMM – Câmara Municipal de Marabá –, esclarecendo acerca dessas alterações.

De acordo com a Portaria 02/2017-GS, emita pela Semed, a comissão do PCCR foi instituída por oito membros titulares e dezesseis suplentes, contemplando os seguintes órgãos, todos presentes à reunião: Secretarias municipais de Educação, Planejamento, Administração, diretores de escolas, professores, Conselho de Acompanhamento e Controle do Fundeb, Conselho Municipal de Educação, Procuradoria Geral do Município, sindicato e Câmara Municipal de Marabá.

A comissão é formada por 8 membros e 16 suplentes

Na proposta da SEMED, os pontos do PCCR a ser alterados referem-se a:

– Percentuais de promoção vertical;

– Composição do salário base, hoje com oito níveis, devendo ficar com apenas dois;

– Dupla jornada de professores;

– Percentual por qualificação de nível;

– Vinculação da qualificação por concurso público;

– Implementação do benefício no exercício financeiro do ano seguinte;

– Base de cálculo para obtenção de gratificação;

– Limitação do número de concessões para aperfeiçoamento;

– Suspensão de gratificações específicas;

– Alteração de percentuais de gratificações específicas;

– Adicional de tempo de serviço, regido pelo Regime Jurídico Único e em observância a Lei Orgânica do Município;

– Revogação do reajuste de vantagem pessoal.

Além da avaliação preliminar da Comissão, cópia do PCCR com as alterações assinaladas serão enviadas ainda hoje, via e-mail, aos participantes, para que retornem a uma nova rodada de negociação amanhã, 22 e segue em debate para se chegar a um documento final para apresentação na CMM.

 

ASCOM – Assessoria de Comunicação

Telefone: (94) 3322-1140

1 Comentário

  1. Vicente de Paula Cardoso

    Nós professores municipais sabemos que nosso plano de carreira necessita de ajustes, e estamos dispostos a discutir essas alterações, Gostaríamos de informar aos senhores gestores, que por traz de tudo isso, existem pessoas, seres humanos, que tem família para sustentar, e que suas contas hoje, estão baseadas nos salários que recebem. Querer mudar isso de forma radical é muita maldade, muita perversidade dos senhores, portanto vamos fazer as mudanças, mas gradativamente, com serenidade, discussão e com muita consciência. Aos senhores quero informar que Educação não tem que ser vista como despesa mas sim como INVESTIMENTO EM SERES HUMANOS. O objetivo principal da Educação é preparar para a VIDA e para o mercado de trabalho.Mas para isso, o profissional do magistério precisa ser valorizado e ser respeitado dentro dos seus direitos trabalhistas. Tratar bem a Educação é tratar bem o POVO Isso significa menos presídios construídos e pessoas mais qualificadas. Entendam Isso não é difícil,

Comments are closed.