SMS: Novo sistema informatizado otimiza atendimento nas Unidades de Saúde

(14 de janeiro de 2021)

Até o momento três Unidades já receberam o sistema e iniciaram os atendimentos on-line. A expectativa é que este ano de 2021 todas as UBS já estejam trabalhando através do novo sistema.

Cátia Ratis procurou atendimento nesta quarta-feira (13) na Unidade Básica de Saúde (UBS) Hiroshi Matsuda na Folha 11 e logo foi encaminhada para o médico. Em poucos minutos o prontuário da paciente estava à disposição informatizado. O atendimento de Cátia foi realizado pelo médico utilizando o e-Sus, uma nova estratégia de informatização do SUS – Sistema Único de Saúde.

“Fiquei surpresa porque não teve muita demora e logo fui atendida e não teve aquele monte de papel e até a receita já vem impressa, foi muito bom”, relatou Cátia Ratis.

Paciente Cátia Ratis saiu satisfeita com o atendimento

Esse novo sistema de informatização nos atendimentos médicos nas Unidades de Saúde de Marabá, já está sendo realizado desde setembro do ano passado e implantado aos poucos em toda rede municipal de saúde, integrado diretamente com uma rede que funciona em todo território nacional, o objetivo é acabar com os antigos prontuários em papel e agilizar ainda mais os atendimentos nos postinhos.

Esojairan dos Santos Mendes, coordenador do e-Sus em Marabá, explica que três Unidades já receberam o sistema e iniciaram os atendimentos de forma on-line. São elas a UBS Emerson Caselli no bairro da Liberdade, UBS Hiroshi Matsuda na Folha 11 e UBS enfermeira Zezinha na Folha 23. A expectativa é que este ano de 2021 todas as UBS já estejam trabalhando através do novo sistema.

“Durante muito tempo a gente utilizava o CDS (Coleta de Dados Simplificados), então os médicos, enfermeiros, técnicos e agentes de saúde preenchiam as fichas das produções da rotina na Unidade, essas fichas eram digitadas por uma pessoa específica e encaminhadas para o Ministério da Saúde. Só que agora surge uma nova plataforma, o prontuário eletrônico do cidadão: PEC, onde o atendimento na unidade é on-line. O médico preenche as informações do paciente durante o próprio atendimento e lança as informações no sistema de forma instantânea”, explicou Esojairan Mendes.

A enfermeira Élida Ramos da Silva, que atende na UBS Emerson Caselli, assegura que o novo sistema otimizou bastante o atendimento. “Melhorou bastante em relação aos nossos pacientes, porque o sistema não deixa a gente esquecer de inserir informações importantes que no prontuário manual tinha a possibilidade de esquecer, por exemplo datas de exames e no novo sistema já abre uma janela com as informações da última consulta e pede para o profissional inserir as novas informações do procedimento que deve ser realizado”, destacou a enfermeira.

Nas três unidades citadas, o cidadão para ser atendido basta levar o CPF ou o cartão SUS e logo será encaminhado para atendimento médico, uma facilidade tanto para o usuário quanto para os profissionais de saúde.

Gerente da UBS Hiroshi Matsuda Dilceu Barroso

“Começamos essa transição em setembro e tínhamos dificuldade porque cada usuário tinha um número de atendimento e quando o paciente perdia o número demandava tempo para localizar o prontuário e agora melhorou 100%. O paciente entra na unidade e fazemos o cadastro através do CPF, pois o sistema é integrado também à receita e já existe todas informações do usuário e se ele retornar em outro mês já vai estar disponibilizada as informações”, explica Dilceu Barroso, gerente da UBS Hiroshi Matsuda.

Para Ari Eduardo Silva, gerente da UBS Emerson Caselli, no bairro da Liberdade, a rotina da unidade mudou após a implementação do novo sistema, pois dinamizou o atendimento. “O sistema é muito positivo no que se refere a informação e dessa maneira agilizo o atendimento e evito filas, assim dinamizo o atendimento. E na triagem quando o técnico de enfermagem faz a aferição da pressão do paciente e faz o lançamento dessas informações, automaticamente já vai para o médico, não utilizamos mais o prontuário físico”, relata.

Ari Eduardo Silva, gerente da UBS Emerson Caselli

A etapa seguinte do processo de implantação do novo sistema é levar para outros centros de saúde.

Veja mais fotos:

Texto: Victor Haôr
Fotos: Paulo Sérgio