Agosto Dourado: UBS Pedro Cavalcante recebe palestra sobre amamentação

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Pedro Cavalcante, no bairro Amapá, recebeu nesta segunda-feira (26), mais uma palestra referente ao Agosto Dourado, mês de incentivo ao aleitamento materno. O evento serviu para ensinar as mamães sobre importância da amamentação na vida da criança e para divulgar o 1º Mamaço de Marabá, que será realizado no sábado (31).

Segundo a coordenadora do Programa Saúde da Mulher, da Secretaria Municipal de Saúde, Ocilda Ribeiro, o objetivo é esclarecer os mitos que giram em torno da amamentação, incentivar e conscientizar. “É uma troca de experiência entre mães e profissionais, além de um momento para cuidar da saúde dessas mulheres”, completa.

A ação foi conduzida pelos profissionais da própria UBS, sendo uma das palestrantres, a enfermeira Zenaide Apóstolo Lima. Ela destacou a importância de estimular a amamentação exclusiva nos seis primeiros meses. “Estimula carinho, evita doença, forma cidadão mais inteligente. Isso está provado, mas infelizmente algumas mães acham que o leite é fraco, que o peito vai cair. Mas estamos falando disso todo dia e estamos conseguindo avançar. Sempre é destacado e orientado que se amamente até os dois anos, a importância disso, a forma correta de se segurar o bebê, tanto pelos enfermeiros, quanto pelo clínico”, frisa.

A UBS Pedro Cavalcante faz hoje o acompanhamento de 108 crianças, através do programa de Puericultura, que foi implementando ano passado. “É um programa que acompanha a criança nos dois primeiros anos. Temos uma tabela onde é verificado peso, altura, fala, movimentos de acordo com a idade, através dele que descobrimos se a criança tem alguma doença ou problema”, explica a enfermeira.

A UBS, que atende a comunidade dos bairros Amapá, Cidade Nova, KM2, KM8 e Infraero, também  oferece nutricionista, teste do pezinho, acompanhamento pré natal e vacinas e todo apoio a amamentação.

Mãe de 3 filhos, Maria Jaqueline, foi ao posto acompanhar a palestra e visitar o médico com o filho, Messias Ribeiro Sousa, com oito semanas de vida. Ela conta que amamentou os dois filhos mais velhos, de 10 e 4 anos, até os dois anos e meio. “Coisa mais difícil adoecer”, disse, destacando também que aproveitou muito a palestra. “Muitas coisas eu já sabia, mas a parte de mitos eu aprendi bastante. No caso da criança arrotar no peito, diz que dá aquele inchaço, mas vi que é mito. O bebê, ele tem que sugar para que não venha a coalhar o leite no peito”, relata.

1º Mamaço de Marabá

O Mamaço de Marabá acontecerá no sábado (31), das 8h30 às 12h, na Praça Duque de Caxias, Marabá Pioneira. A ação faz parte do Agosto Dourado e soma-se a medidas que já aconteceram outros anos, como a Corrida da Doação, que terá a 3º edição, no dia 26 de setembro, e a Blitz da Doação, que ocorreu no dia 21 na Transamazônica e se repetirá no dia 28, na entrada da Marabá Pioneira.

Segundo Ocilda Ribeiro, todas as Unidades Básicas de Saúde foram convidadas a participar também de um concurso de fotos de mães amamentando e de frases relacionadas ao tema da amamentação. As fotos e frases serão avaliadas por um júri. A ganhadora da foto e frase, que mais se identificam com o Agosto Dourado, ganhará um brinde.

Texto: Osvaldo Henriques

Fotos: Paulo Sérgio dos Santos

Acessibilidade