ASSISTÊNCIA SOCIAL ENCERRA PREPARAÇÃO PARA CONFERÊNCIAS REGIONAIS

(30 de março de 2017)

Desde quarta-feira, 28, no auditório da Seasp – Secretaria de Assistência Social da Prefeitura –, um grupo que representa 12 municípios regionais está em preparação com vista a realização de conferências municipais, a ser realizadas até junho desde ano, cujas propostas devem compor o PPA (Plano Plurianual) de cada localidade. Essa preparação visa essencialmente a garantia de direitos preconizados no Sistema Único de Assistência Social.

Segundo Augustinho Belo, do Conselho Estadual de Assistência Social, essas conferências acontecem de dois em dois anos e esse preparativo visa fazer um levantamento do que foi efetivado das recomendações do evento anterior, verificar o que não foi posto em prática, orientar quanto à execução do que falta e propor novos caminhos para a melhoria da assistência social.

No que tange a Marabá, por exemplo, citado em pesquisa como o segundo pior município para o idoso viver, foi observada a necessidade ampliar os serviços sociais; construir pelo menos mais quatro CRAS – Centro de Referência em Assistência Social; e confirmar o diagnóstico de pelo menos mais um CREAS – Centro Especializado em Assistência Social –, visto que, com o aumento da população, cresceu a demanda para o único CREAS do município.

Outra discussão importante, digna de constar no relatório da próxima conferência, é recomendar que Marabá obedecesse ao Estatuto do Idoso no que tange à gratuidade no transporte público. Em Belém, por exemplo, a gratuidade começa aos 60 anos; em Marabá, só aos 65. “A maioria das cidades brasileiras já estão de conformidade com o Estatuto do Idoso”.

 

ASCOM – Assessoria de Comunicação