Assistência Social: Programa Criança Feliz completa dois anos de funcionamento

O Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Morada Nova recebeu nesta quarta-feira (23) a celebração de dois anos do Programa Criança Feliz em Marabá. O Programa já beneficiou, através da Secretaria de Assistência Social e Proteção Comunitária (Seaspac), 550 famílias no município. Atualmente há 400 famílias sendo atendidas.

O programa atende crianças de 0 a 36 meses e gestantes, através do Programa Bolsa Família, além de crianças de 0 a 72 meses portadoras de necessidades especiais, através do Benefício de Prestação Continuada (BPC). “O desenvolvimento infantil nessa etapa é de total importância, então pensamos em uma metodologia para melhorar essa fase do crescimento. Com o objetivo de alcançar esse público que ainda não é assistido educação. Então a assistência faz esse acompanhamento com a criança”, explica Luís Silva de Souza, coordenador do Criança Feliz em Marabá.

O Criança Feliz funciona através de visitas domiciliares. Uma visitadora se dirige até casa da família aonde trabalha atividades sociopedagógicas com as crianças. Raissa Ladislau Leite, uma das visitadoras do Programa conta que as visitas são realizadas uma vez por semana. “Trabalhamos o desenvolvimento motor, cognitivo e sócio afetivo, da relação da mãe com a criança e outros componentes familiares. Para isso utilizamos contação de história, atividades de pintura, identificação de cores, números e outras atividades socioeducativas”, explica Raíssa.

O Programa foi implantado no município em 22 de outubro de 2017. Logo após começou o período de estruturação da equipe, organização de logística e organização de busca ativa que buscou identificar as famílias e os territórios de atuação. Hoje há quatro equipes trabalhando na cidade, sendo a maior delas em Morada Nova. Somente no Cras da Morada Nova são atendidas mais de 100 crianças e 24 gestantes. As famílias que não são assistidas pelo Programa Criança Feliz  e tiverem interesse devem procurar o Cras mais próximo ou a Seaspac.

A mamãe do Gabriel, 2 anos, Laiza Silva, destaca que já sentiu mudanças no comportamento do filho após o começo do programa. “Desenvolveu bastante ele. Vão a minha casa toda quarta-feira. Ele já melhorou muito, brinca, não gostava de dividir e agora divide. Ele fica feliz e eu também. Senti a diferença no comportamento e no crescimento dele. O Cras está de parabéns por acolher a gente”, reforça Laiza.

Durante a celebração dos dois anos foram realizadas brincadeiras com as crianças, teatrinho, uma conversa explicando sobre o funcionamento e importância do programa, além de sorteio de brindes e lanche. A aposentada, Neuri Souza Veloso, avó de Bernardo Madian, 1 e 5 meses, agradece a oportunidade. “É um programa muito bom, gosto das visitas, as mulheres são carinhosas com as crianças e com a gente. Atendem bem. Sinto uma alegria e por isso vim participar do evento aqui hoje, é um lazer importante para a gente”, complementa Neuri.

Texto e fotos: Osvaldo Henriques

Acessibilidade