Assistência Social: Seaspac produz máscaras para integrantes do Programa Criança Feliz

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (Seaspac), através do Departamento de Emprego e Renda (DER) confeccionou máscaras de pano para serem doadas para as crianças que fazem parte do Programa Criança Feliz (PCF) do município.

Ao longo das últimas semanas mais de 185 crianças, de 0 a 3 anos, sem necessidades especiais, e de 0 a 72 meses, portadoras de necessidades especiais, receberam máscaras adaptadas para sua idade. “Tivemos doação de utensílios e a Joseane Galvão, que é nossa artesã, começou a fazer máscaras para os funcionários da secretaria, depois estendemos aos funcionários do Bolsa Família, Cras. Foram mais de 200 máscaras para esse objetivo. E agora confeccionamos máscaras para as crianças do PCF. Mas a ideia é continuarmos produzindo mais máscaras para serem doadas”, explica Hildo Tavares, coordenador do DER.

As máscaras produzidas para as crianças são menores, possuem um material diferente e são mais coloridas para incentivar o uso pelos pequenos. “Confeccionamos de acordo com o rosto das crianças, buscamos usar estampas mais infantis e outros cuidados para tornar a experiência o melhor possível para eles”, destaca Hildo.

O coordenador do PCF em Marabá, Luís Silva de Sousa, explica que essa é mais uma ação entre muitas outras medidas que o programa vem adotando neste momento de pandemia, onde as famílias precisam de mais apoio e atenção. O Programa mantém o atendimento às famílias, de forma remota através do site do PCF, atendimento online personalizado pelo whatsapp e visitas, adotando os critérios de distanciamento social, às famílias que não possuem acesso a internet.

O programa cobre atualmente 316 crianças e 92 gestantes e funciona normalmente por meio de visitas domiciliares. Uma visitadora se dirige até a casa da família, onde trabalha atividades sociopedagógicas com as crianças. Durante o período de isolamento social, com acompanhamento sendo realizado de forma online, a própria família fica responsável pela execução das atividades com a criança. O retorno é feito por envio de vídeos e fotos das atividades realizadas por solicitação das equipes.

Cuidados Importantes

Crianças com menos de dois anos de idade não devem usar as máscaras de pano quando estiverem longe de adulto. Sendo usadas apenas em lugares em que não puderem ficar a dois metros de distância de outras pessoas. Por exemplo, se você precisar levá-las ao médico ou farmácia. Em casa, não há a necessidade do uso de máscaras se eles não tenham sido expostos a ninguém com sintomas de Covid-19.

As coberturas faciais podem apresentar riscos de asfixia ou estrangulamento para o seu filho. Usar a cobertura faz com que seu filho toque o rosto com mais frequência. Ficar em casa e o distanciamento social ainda são as melhores maneiras de proteger sua família da Covid-19. Especialmente para crianças mais novas que podem não entender porque não conseguem correr em direção a outras pessoas ou tocar em coisas que não deveriam.

“Nesse caso, é melhor mantê-las em casa. As crianças doentes, com febre, tosse, congestão, coriza, diarréia ou vômito também não devem sair de casa. Essas orientações foram passadas para a família, assim como também uma mini cartilha em anexo ao pacote da máscara”, conta Luís.

Veja outras fotos: 

Vera Lúcia e a filha Fabiana
Pequeno Miguel Artur

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Divulgação Seaspac

Acessibilidade