Boletim da Defesa Civil do dia 29 de abril

O nível do Rio Tocantins sofreu uma redução de 31 centímetros em 20 horas, atingindo a marca de 11,29 metros, às 14h15, dessa quarta-feira (29). Na terça-feira (28), a  régua fluviométrica da Seção Fluvial da 23ª Brigada do Exército estava em 11,60 metros. A recomendação da Defesa Civil é que apesar da diminuição do nível dos rios, a população aguarde que a marcação se aproxime dos nove metros para retornarem às suas residências.

A Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (Seaspac) já finalizou a entrega das cestas básicas para as famílias que ocupam os abrigos da Prefeitura. De acordo com o coordenador da Defesa Civil do Município, Jairo Milhomem, a orientação é que as demais pessoas atingidas pela cheia procurem o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) do seu bairro para maiores informações e verificar se encaixam no perfil social.

Atualmente há 282 famílias distribuídas nos sete abrigos montados pela Defesa Civil e um não-oficial. Os abrigos estão divididos entre a Avenida Getúlio Vargas, antiga Feirinha na entrada da Marabá Pioneira, Alzira Mutran e Z-30 (não oficial), no Núcleo Velha Marabá. No núcleo Cidade Nova, as famílias estão no Galpão do Bom Planalto e na Obra Kolping, e na Nova Marabá, no galpão da Folha 32.

Atualmente há 1.128 pessoas nos abrigos, a maioria se encontra no abrigo da Feirinha na entrada da Velha, com 63 famílias, e nos abrigos da Cidade Nova que contam com 45 famílias cada. Número que deve permanecer pelos próximos dias devido a tendência de recuo do nível do rio.

Desde o dia 13 de abril, a Defesa Civil, com apoio do Exército, voltou a prestar apoio logístico às famílias que já haviam retornado para suas casas. Vale ressaltar que o abrigo da colônia Z-30, está funcionando sem o consentimento da Defesa Civil municipal, que depois da última cheia de março, o local passou a ser considerado inseguro para construção de abrigos

Acessibilidade