Cidadania: Ação itinerante do TRE em Morada Nova segue até domingo

A Unidade Móvel de Atendimento ao Cidadão do Tribunal Regional Eleitoral (UMAC/TRE), continua instalada no Ginásio Poliesportivo Erlon Carlos da Silva, em Morada Nova. O objetivo é atender cerca de 4 mil eleitores de São Félix e Morada Nova, incluindo os residenciais Tiradentes, Tocantins e Jardim do Éden, e vilas de Murumuru, Sarandí e Matrinchã.  Por dia estão sendo realizadas em média 400 atualizações cadastrais e a biometria. A expectativa é que este número, já que o serviço segue até domingo no local. A coordenação da UMAC/TRE pede aos eleitores que não deixe para última hora, e faça logo sua biometria, a fim de evitar as longas filas.

 

 

 

 

 

 

O líder comunitário Cristino Carrero alerta que é importante a biometria para que o eleitor não perca o direito de exercer a cidadania, já que o título pode ser cancelado, caso não seja feita a atualização cadastral. “Nós queremos chamar atenção para que o eleitor venha, não perca tempo e se atualize urgentemente junto ao TRE. A programação está prevista para ir até domingo, mas devido à pouca procura, é possível que não chegue até domingo, então nós pedimos aos eleitores que compareçam”, enfatizou.

 

 

 

 

 

 

O recadastramento biométrico é um processo simples e está dividido em cinco etapas: coleta das digitais de todos os dedos das mãos, registro fotográfico, assinatura digital, revisão dos dados cadastrais e reimpressão de novo título. O Tribunal Regional Eleitoral chama a atenção para as consequências ao ter o cancelamento do título como restrições no CPF,impedindo a pessoa de  tirar passaporte, receber aposentadoria ou pensão paga pelo governo federal, fazer matrícula em instituição de ensino superior, tomar posse em cargo público e problemas no cadastro dos benefícios federais, previstos no artigo 7º do Código Eleitoral.

Texto: Victor Haôr

Fotos:

 

ACESSIBILIDADE
X