Cidadania: Projeto Social da Grota Criminosa beneficia mais de 600 moradores

Cursos profissionalizantes, palestras, doações de brinquedos e lazer para idosos. Essas e muitas outras atividades estão contempladas no Projeto de Trabalho Social (PTS) da obra de construção da Macrodrenagem e Urbanização da Grota Criminosa, que acompanha a obra da engenharia e, concomitantemente realiza ações mensalmente de cunho ambiental, social e cultural junto à comunidade impactada pela obra, pertencente às Folhas 23 e 26, Bairro Nova Marabá. Até agora, mais de 600 moradores foram beneficiados com as atividades sociais.

A empresa licitada para realização da obra é a Sawaki Consultoria. A Macrodrenagem e Urbanização da Grota Criminosa é um projeto do governo federal, em parceria com o município, do PAC 2. De acordo com a assistente social, Diana Oliveira, coordenadora do PTS, o mês de maio foi destinado a um curso profissionalizante de depilação, onde 20 mulheres das folhas 23 e 26 estão sendo beneficiadas. O curso finaliza nesta quarta-feira (05), com a duração de 10 dias.

“O principal objetivo é gerar emprego e renda para essas mulheres, que geralmente são chefes de família. Após o término do curso, elas já sairão com um kit [material de depilação] prontas para começar seu próprio negócio”, explicou Diana Oliveira.

Ainda no mês de maio, no último dia 30, quarenta idosos participaram de uma manhã de lazer na AABB (Associação Atlética Banco do Brasil), que fica na Rodovia Transamazônica, Km 6, Nova Marabá. Em parceria com o PST, o clube entrou na cedência do espaço, o Grupo Líder ofereceu um delicioso café da manhã para os idosos. “Eles tiveram uma manhã de lazer, desfrutando das quadras, jogos de mesa, piscina, café da manhã e almoço com música ao vivo. Isso é importante para desenvolver a autoestima do idoso, porque ele tende a ficar muito em casa somente”, comentou a assistente social.

Atualmente, está em andamento o curso de doces e salgados, às segundas, terças e sextas-feiras no Espaço Azul, localizado na Folha 26. As atividades são direcionadas estritamente para pessoas do entorno do projeto de Macrodrenagem, ou seja, Folhas 23 e 26. Antes de começar qualquer atividade, a empresa entrega convite de porta a porta para a população direcionada.

Para o mês de junho está previsto no cronograma palestra de “Tratamento de água/doenças de veiculação hídrica” (28/06), “Doenças Crônicas e degenerativas- diabetes, hipertensão e saúde mental” (11/06), além de cursos de recepcionista (13/06) e pintor de obras com técnicas em textura (14/06), palestra “Conservação do Patrimônio Público” (18/06) para moradores do entorno da obra.

O projeto existe desde 2014, porém somente na atual gestão os serviços foram retomados [em 2017]. “O projeto é firmado com a Secretaria de Obras, o secretário Fábio tem se empenhado muito para que o mesmo não pare. A Seaspac, por meio da secretária Nadjalúcia Oliveira têm sido um grande apoio, assim como o secretário Mancipor Lopes, parceiro no projeto. Temos uma equipe excelente, se não fosse o esforço de todos as atividades não deslanchavam”, finalizou Diana Oliveira.

Texto: Emilly Coelho

Fotos: Divulgação

ACESSIBILIDADE
X