Com apoio da Prefeitura, Obra Kolping lança 2ª versão do Projeto Qualifica

0

Na tarde desta segunda-feira, 12, o Centro Profissionalizante “Pedro Arrupe” da Obra Kolping do Brasil fez uma recepção calorosa para os 240 alunos matriculados em um dos oito cursos oferecidos pela entidade para este segundo semestre.

Uma cerimônia com cerca de 300 pessoas – entre alunos e familiares – marcou a segunda etapa do Qualifica, um projeto que recebe apoio da Prefeitura de Marabá, Ministério Público Estadual e Ministério Público do Trabalho.

Andreia Rodrigues Moura, diretora da entidade há mais de 20 anos, celebra este novo momento e diz que a entidade tem se mantido graças aos esforços de parceiros. Ela exaltou o comprometimento dos educadores e conclamou os alunos a se dedicarem às aulas para alcançarem êxito durante o curso em que foram matriculados. “Muitas empresas nos procuram para absorver mão de obra qualificada, por meio do projeto Menor Aprendiz. Mas temos de oferecer o melhor sempre”, sustentou.

 diretora ressalta que os cursos se dividem em duas grandes áreas: indústria e administrativa e que a procura é muito grande, sempre ficando uma grande quantidade de pessoas numa lista de espera. “Temos ainda outro projeto em parceria com o MPT que alcança jovens de Bom Jesus do Tocantins, que vêm para cá se qualificar. Também temos uma parceria mais recente com uma empresa privada para qualificação de 25 alunos na área administrativa”, conta, sempre motivada com o trabalho desenvolvido na entidade.

Os cursos oferecidos pela Obra Kolping têm duração entre cinco a seis meses e, ao final, os nomes dos jovens qualificados vão para um banco de dados e muitos são chamados pelas empresas para o primeiro emprego. “Mais de 30 mil jovens passaram por essa instituição e pelo menos 70% ingressaram no mercado de trabalho ao longo da história”, orgulha-se.

Atualmente, a Prefeitura ajuda com camisetas e uniformes dos alunos, limpeza e ainda com profissionais para realizar acompanhamento psicológico dos estudantes. “Estamos felizes com o convênio que a atual gestão está mantendo com nossa instituição e queremos que ele continue”.

Os cursos oferecidos atualmente na Kolping são auxiliar administrativo, auxiliar de almoxarifado, informática básica, informática avançada, mecânica, eletricidade e auxiliar de contabilidade.

Orlando Morais, secretário adjunto de Educação, participou da aula inaugural do Qualifica e disse que seu sonho, quando adolescente, era estudar na Obra Kolping em Marabá. Ele motivou os alunos presentes a se dedicarem ao máximo ao curso e valorizarem o esforço de seus pais e educadores e, ao mesmo tempo, garantirem um futuro melhor para eles mesmos e para a família que vão constituir.

 “Esse é um lugar de desafios, mas também de oportunidades. Espero que vocês honrem os nomes dos pais de vocês e cheguem o mais rápido possível no mercado de trabalho”, disse.

O bispo Dom Vital Corbelini, que também prestigiou o evento, levou uma mensagem de esperança e conforto para os alunos e pais presentes. Ele reconheceu a importância da Obra Kolping para a juventude e ainda desejou um futuro de prosperidade a partir do conhecimento que os alunos terão ao participarem dos cursos oferecidos pela entidade.

Nenhum Comentário

ACESSIBILIDADE
X