Covid-19: HMM recebe doação de mais 25 cilindros de oxigênio

(8 de abril de 2021)

Cilindros com capacidade de 10 m³ para oxigênio medicinal foram doados pela Sinobras

25 cilindros com capacidade de 10 m³ para oxigênio medicinal foram doados pela Sinobras, em forma de comodato, na tarde desta quinta-feira (08), para a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Os insumos serão utilizados no atendimento aos pacientes internados no Hospital Municipal de Marabá (HMM), na ala covid, onde a demanda de oxigênio aumentou. A empresa já havia realizado a entrega de outros 10 cilindros em maio do ano passado.

A doação, que funciona como empréstimo até o fim da pandemia, foi conseguida com a Sinobras, por intermédio da Secretaria de Indústria, Comércio e Mineração de Marabá (Sicom), como destaca o titular da pasta, Ricardo Pugliese.

“Como não declaramos estado de calamidade no município, temos de cumprir todas as normas para a aquisição de qualquer coisa que seja, mesmo para a saúde, para que aja regularidade nas compras que são feitas. Isso demanda tempo para que se consiga. Por isso, procuramos a empresa. Ela tem essa possibilidade de suprir rapidamente e nos ajudar. Queremos agradecer também Air Liquide que nos ajudou a encontrar os cilindros e ressaltar a importância dessas chamadas empresas sociais”, pontuou.

Ricardo Pugliese, Secretário de Indústria, Comércio e Mineração de Marabá

Vale ressaltar que o HMM é autossuficiente na produção de oxigênio já que que mantém uma fábrica dentro do hospital. O sistema produz 20 metros cúbicos (20m³) de oxigênio (O2) por hora e é interligada direto na rede hospitalar suprindo a necessidade de consumo da casa de saúde. Os gases são distribuídos por meio de tubos para os leitos. No entanto, na ala da covid, montada em caráter de urgência, o abastecimento é feito por meio dos cilindros. Por isso, os equipamentos doados serão muito úteis na ampliação do atendimento aos pacientes de covid-19. Atualmente Marabá dispõe de 62 leitos para os infectados, 31 deles funcionam nesta ala.

“Na verdade, hoje temos um hospital dentro de outro hospital. Temos dois hospitais, o HMM e o anexo que a gente fez que é a ala de covid. Nesse momento a ala tem muitas mais pessoas que nos leitos do HMM. Esses cilindros servirão para gente fazer esse trabalho. Então essa parceria [com a Sinobrás] é muito importante. A gente vê que todo mundo tem dado as mãos para combater essa doença que tem se alastrado e tirado muitas vidas”, observa o secretário de saúde Valmir Moura.

Secretário de saúde, Valmir Moura.

O gerente de suprimentos da Sinobras, Raynner Caldeira, enfatiza a parceria que tem mantido com a prefeitura neste momento de pandemia.  

“É a terceira vez que a gente tem conseguido contribuir com a prefeitura. Nesse momento estamos trazendo esse insumo tão importante. A gente sabe da dificuldade que o município está passando, inclusive nós, como indústria estamos paralisando algumas frentes de trabalho, por falta de oxigênio. Então temos um prazer muito grande em conseguir adquirir esses novos cilindros exclusivamente para atender essa demanda da prefeitura”, afirma o gerente.  

Gerente de suprimentos da Sinobras, Raynner Caldeira

Texto: Leidiane Silva

Fotos: Aline Nascimento