Covid-19: Projeto Circula Palavra ganha site para atendimento psicológico de servidores da linha de frente

O projeto foi pensado para auxiliar os profissionais que atuam nas Unidades de saúde de Marabá, na linha de frente do combate à covid-19, que estejam sentindo a necessidade de apoio psicológico

Desde maio os profissionais da rede pública que estão na linha de frente de combate a pandemia do novo Coronavirus podem contar com acolhimento psicológico online gratuito. O Projeto Circula Palavra da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) tem realizado consultas por chamada de vídeo ou telefone com os profissionais interessados.

Para facilitar a mediação dos interessados com os 13 profissionais de psicologia que realizam os atendimentos, a coordenação do Circula Palavra lançou um site aonde você pode se inscrever para realizar o atendimento.

“Esse projeto foi pensado para auxiliar os profissionais que atuam nas Unidades de saúde de Marabá, na linha de frente do combate à covid-19, que estejam sentindo a necessidade de apoio psicológico, tendo em vista a forte mudança na rotina em função desta pandemia”, explicou a coordenadora do Projeto “Circula Palavra” e professora do curso de psicologia da Unifesspa, Katerine Sonoda.

Na plataforma você deve colocar um contato, pelo qual os profissionais entrarão em contato com você e responder sobre o quanto você sente que está necessitado para realizar o atendimento e qual o melhor dia e horário para que os profissionais entrem em contato. Outra opção é enviar um e-mail para [email protected] ou através do Whatsapp (94) 9 8144-7122. Na mensagem, é necessário que o solicitante informe o nome e contato telefônico. A equipe de psicólogos voluntários entrará em contato o mais breve possível para agendar o atendimento.

“Marcamos o horário que ficar melhor para pessoa. Pode ser quando estiverem casa, no serviço, aonde ela se sentir melhor, com mais privacidade. Por vídeo chamada, por telefone, ou até por mensagem. Como a pessoa preferir”,  completa Katerine Sonoda.

O projeto “Circula Palavra”, é um serviço de acolhimento e escuta online que visa reduzir o sofrimento mental conectando os profissionais de saúde com psicólogos voluntários e alunos do curso de Psicologia, da Unifesspa, sob supervisão clínica. O Projeto já funcionava dentro da Universidade.

Sheila Freire, diretora da Divisão de Saúde e Qualidade da Unifesspa, conta esse tipo de atendimento tem tido grande êxito junto aos servidores, docentes e discentes da universidade. “Assim surgiu a ideia de contribuir também com o município diante da pandemia. Atualmente 1.800 profissionais atuam na rede de saúde municipal. A maioria deles nunca haviam vivenciado um momento de grave crise epidemiológica antes, e isso pode provocar impactos na saúde mental” comenta.

Entre os problemas de saúde mental mais comuns, que podem surgir durante a quarentena, estão o pânico, ansiedade social, depressão, hipocondria, piora de neuroses, crises que passam da mente para o corpo, com o aparecimento de sintomas físicos.

Entre as principais dicas para cuidar da saúde mental estão: buscar ser sempre racional, não procurar inimigos imaginários para culpar pela situação do vírus, controlar o acesso às informações, fazer exercícios físicos, buscar ter o pensamento positivo, criar uma rotina para o tempo livre, manter o contato social possível, se expressar e buscar solidariedade e empatia.

É necessário também ter cuidados especiais com alguns grupos de pessoas como idosos, cuidadores, pessoas com transtornos e crianças. Usar sempre a criatividade, buscar construiu um ambiente com expressividade e conhecer seus limites.

Texto: Osvaldo Henriques
Foto: Paulo Sérgio

Acessibilidade