Covid-19: Secretaria de Saúde recebe doação de EPIs

Os Equipamentos de Proteção Individual foram doados pela Facimpa

A Secretaria Municipal de Saúde de Marabá (SMS), recebeu na tarde desta quinta-feira (16), doação de EPIs – equipamentos de proteção individual, feita pela Faculdade de Medicina de Marabá (Facimpa), para uso pelos profissionais de saúde, que trabalham de combate ao novo coronavirus.

A doação será feita em duas etapas, neste primeiro momento, foram entregues 200 máscaras cirúrgicas, 10 mil luvas, 8 mil toucas descartáveis, 550 máscaras modelo face shield, considerado um equipamento de proteção individual extremamente seguro, evitando o contato com gotículas, salivas e fluídos nasais, que possam atingir o rosto, o nariz, a boca e os olhos, além de 300 capotes cirúrgicos. A doação foi recebida pelo secretário municipal de saúde, Luciano Lopes Dias.

“A Facimpa dando exemplo por essa iniciativa no combate ao coronavírus na doação de equipamentos fundamentais para que os servidores da saúde possam trabalhar com mais segurança e que o exemplo da Facimpa possa envolver mais empresas”, disse o secretário municipal de saúde.

De acordo com Emiliano Furtado Campos, diretor geral da Facimpa, a segunda parte da doação dos equipamentos será realizada na próxima semana. Segundo ele, a ideia era adquirir 1500 testes rápidos e mais os EPIs, no entanto o fornecedor informou que os testes já haviam sido adquiridos pelo Governo Federal. “O valor que seria para adquirir os testes rápidos, resolvemos comprar mais EPIs que chegarão na próxima semana”, informou.

A SMS vai disponibilizar os equipamentos aos profissionais de saúde de Marabá e espera que esta luta contra a covid-19 seja ampliada com mais empresas do município. De acordo com a direção da Facimpa, foram investidos mais de R$ 130 mil reais em equipamentos.

“Achamos de extrema importância essa parceria. Nós estamos inseridos na sociedade de Marabá, e temos que fazer a nossa parte. O valor neste momento pouco importa, o que importa é a atitude, é o pensar em nós e não pensar no eu, nós pensamos no coletivo e neste momento pensamos no município de Marabá”, destacou Emiliano Campo.

Texto: Victor Haôr 
Fotos: Sérgio Barros 

Acessibilidade