COVID-19: Servidores das Unidades Básicas de Saúde recebem capacitação 

Os protocolos básicos a serem seguidos são orientados pela própria Secretaria Estadual (Sespa), como a higienização, boa alimentação, hábitos saudáveis e evitar frequentar locais com aglomeração de pessoas.

Desde esta terça-feira, (17), os servidores das Unidades Básicas de Saúde (UBS), estão passando por capacitação para proceder em eventuais casos suspeitos do novo Coronavírus, em Marabá. A ação faz parte do fluxograma de contenção da doença Covid-19, executado no município pela Prefeitura de Marabá.

De acordo com Cynthia Pombo, coordenadora da Educação Permanente da Atenção Básica da SMS, o objetivo é deixar os servidores da saúde bem informados, por meio de fontes seguras, sobre os cuidados e protocolos de atendimento a pacientes com suspeita de Coronavírus, evitando inclusive as notícias falsas (Fake News).

“Nós estamos orientando todos os servidores para que eles repassem de forma correta as informações para os usuários e até mesmo aos seus familiares pra evitar as conversas desnecessárias e falsas. A implementação do fluxograma é importante para que eles saibam como proceder diante dos casos”, destaca a coordenadora.

Cynthia informou ainda que os protocolos básicos a serem seguidos são orientados pela própria Secretaria Estadual (Sespa), como a higienização, boa alimentação, hábitos saudáveis e evitar frequentar locais com aglomeração de pessoas.

Os agentes de saúde também foram comunicados que caso aja suspeitos, os pacientes serão colocados em quarentena domiciliar e deverão ser acompanhados pelas equipes das UBS. A SMS informou que dará suporte ao trabalho deles.A equipe também orienta os servidores sobre o uso responsável de equipamentos de segurança, como as máscaras e luvas.

“Os profissionais já têm os EPI’S disponíveis nas UBS, porém eles precisam ser utilizados de forma racional. Precisamos ter resiliência na questão das informações para que a gente consiga conter o desperdício desse material, porque se chegarmos ao pico dessa pandemia vai acontecer de faltar devido a faltar de fornecedor”, alerta a coordenadora.

Dirceu Barroso, gerente da UBS Hiroshi Matsuda, disse que em dias normais, o posto atende em média 250 atendimentos em geral, mas devido as notícias do coronavírus a procura por atendimento tem aumentado, por falta de informação. Por isso, acredita-se que a formação da SMS ajudará pra orientar a população.

“Acontece muito dos usuários procuram o serviço por falta de informação sem ter tido contato com pessoas que viajaram ou qualquer outra situação de risco. Tá vindo muita gente com gripe cotidiana, mas com esse treinamento vamos engradecer nosso conhecimento e repassar para a população” enfatiza o gerente do posto.

As Unidades de Saúde que já receberam o treinamento são: Carlos Barreto, em Morada Nova; Amadeu Vivacqua, em São Félix; Hiroshi Matsuda, na Folha 11; Pedro Cavalcante, no bairro Amapá; Demósthenes de Azevedo, no bairro Francisco Coelho e João Batista, na Santa Rosa.

Texto: Leydiane Silva
Fotos: Paulo Sérgio

Acessibilidade