Covid-19: Vigilância Sanitária irá intensificar fiscalização no comércio

Denúncias de descumprimento dessas regras podem ser feitas a partir do número 3323-2020.

A Vigilância Sanitária de Marabá irá aumentar o rigor das fiscalizações a partir dessa quarta-feira (8). A medida vai de encontro ao decreto n° 32/2020 assinado nesta terça-feira (7) pelo Prefeito Sebastião Miranda, que prevê a retomada parcial do funcionamento de grande parte do comércio. Serão cinco equipes trabalhando diariamente pela manhã e mais três equipes a tarde, fiscalizando até 40 locais diferentes por dia. Cada equipe é composta por três técnicos cada.

Segundo o coordenador da Divisão de Vigilância Sanitária de Marabá (DIVISA), Daniel Soares, até o momento a Vigilância procurou trabalhar sempre com a orientação. “A partir de amanhã se abrirá o leque de fiscalização. Por consequência disso estamos mudando a estratégia e o descumprimento das regras terá menos tolerância. Se for o caso, não hesitaremos em interditar o estabelecimento”, comenta.

De acordo com Daniel, até o momento as empresas, de modo geral, tem procurado fazer a parte que lhe cabe, buscando disponibilizar os mecanismos para controle e detecção da contaminação. “Estamos tendo mais problemas com a resistência da população e em situações como bancos e lotéricas. Principalmente agora em época de pagamento. Para isso, temos contado com apoio da Guarda Municipal (GMM) e da Policia Militar (PM)”, ressalta.

Denúncias de descumprimento dessas regras podem ser feitas a partir do número 3323-2020.

Supermercados

No final de semana o foco das fiscalizações costuma ser nos Supermercados da cidade. Daniel comenta que até o momento as orientações vêm surtindo efeito. No sábado (4) foram feitas fiscalizações em diversos supermercados da cidade, devido a denúncias de que eles estavam comercializando eletrodomésticos, itens que ainda estavam proibidos pelo decreto anterior. “Falamos com os responsáveis, demos um prazo e eles se comprometeram a resolver a situação. Retornamos lá e todos cumpriram sua parte, interditando as áreas proibidas”, relata.

Aeroporto

A fiscalização no aeroporto segue acontecendo regularmente. Segundo Daniel, em todo voo que chega a cidade uma equipe é movida ao local para fazer a verificação e orientação. Além disso, também é feita panfletagem com informações educativas sobre a doença com todos passageiros.

Cuidados necessários

– Disponibilizar recomendações gerais de higiene, com frequente higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel 70%.

– Uso de máscaras para todos funcionários.

– Proibição do consumo de quaisquer produtos no interior dos estabelecimentos;

– Todo estabelecimento fica obrigado a realizar marcação para filas, com a distância mínima de 1,5 metros, inclusive na sua área externa;

– Ocupação máxima de 50% da capacidade prevista no alvará de funcionamento

– Caixas deverão funcionar de forma intercalada;

– Limpar e desinfetar pelo menos três vezes ao fis pisos e banheiros com detergente e solução de água sanitária;

– Limpar e desinfetar corrimãos, maçanetas, mesas, balcões e aparelhos eletrônicos com álcool a 70% (setenta por cento),

– Proteger a máquina de recepção de cartão de crédito e débito envolvendo-a com papel filme sendo substituído pelo menos três vezes ao dia.

– Disponibilizar aos consumidores e funcionários, álcool a 70% nas entradas de acesso dos estabelecimentos e em cada balcão de atendimento.

– Evitar o compartilhamento de objetos, tais como: canetas, copos, celulares, aparelhos eletrônicos, eentre outros.

– Evitar aglomerações de pessoas dentro e fora do estabelecimento

– Fica vedado o funcionamento de brinquedotecas, espaços kids, playgrounds, e espaços de jogos, eventualmente existentes nos locais.

Sobre os funcionários

– Dispensar funcionários gripados sem a necessidade de atestado médico e sem prejuízo de seus salários, podendo fazer o trabalho remoto; I

– Dispensar trabalhadores do grupo de risco (maiores de 60 anos, hipertensos, diabéticos e demais portadores de doenças crônicas), além de grávidas, sem prejuízo de seus salários

– Priorizar o trabalho remoto para os setores administrativos

 

 

Acessibilidade