Cultura: Bloco Gaiola das Loucas é a atração do último dia de carnaval

O tradicional Bloco Gaiola das Loucas está com seu estande montado na Praça do Novo Horizonte divulgando a programação e fazendo a venda de abadás. A expectativa da coordenação do bloco é que este ano mais de 50 mil pessoas participem da festa promovida pelas ruas do núcleo Cidade Nova.

Já são 35 anos de história e para este ano houve uma mudança em relação a 2019, a começar pelo palco principal que será montado em frente ao Lions Clube. Além disso mais dois pontos de som serão montados em frente ao Sesi e na praça do Novo Horizonte. Tem alteração também na programação. As atrações começam às 10 horas da manhã com apresentação do DJ Kadson até as 15 horas, quando o Bloco sairá para fazer o percurso pela rua Simplício Costa, Avenidas 2000 e Tocantins e seguindo até a rua Rio Grande do Sul. Posteriormente os brincantes seguem pela Avenida Manaus até a rua Castelo Branco chegando à praça do Novo Horizonte.

Na chegada do Bloco, os foliões vão se divertir com uma banda de marchinhas. Na sequencia se apresentam a banda GD 20 com integrantes da Guarda Municipal que prometem muito rock em ritmo de carnaval. Depois tem Tom Baiano e para finalizar a banda Proibida de Teresina.

“A banda a Proibida de Teresina é uma banda de axé e swing. Eles são especialistas no estilo Chiclete com Banana Chicabana, então tem tudo para para arrebentar aqui no dia 25. Por volta de meia-noite a gente encerra as atividades, conforme as licenças que já estão todas prontas”, explicou Pedro Sousa, vice-presidente do Bloco Gaiola das Loucas.

De acordo com os coordenadores do bloco, a segurança dos brincantes será resguardada aos órgãos competentes. Serão 80 policias militares, 20 Guardas Municipais e agentes da Postura do município. A coordenação alerta aos foliões a proibição do uso de bebidas em recipiente de vidro.

“É grande a expectativa para mais um carnaval e a promessa de um grande público no arrastão do Gaiola das Loucas. O trabalho de divulgação está indo além de Marabá e vem muita gente de fora do município”, informou Raimundo Neto, presidente do Bloco. A programação está tendo apoio da Prefeitura de Marabá através da Secretaria de Cultura.

Texto: Victor Haôr 
Fotos: Arquivo (Jordão Nunes / Hilton Rodrigues)

Acessibilidade