Cultura: Como parte da programação da Festa Literária, escritor Paulo Nunes visita CMRIO

O escritor paraense Paulo Jorge Martins Nunes visitou o Colégio Militar Rio Tocantins (CMRIO),  na manhã desta terça-feira (24). Durante a visita,  que faz parte das programações da 1º Festa Literária de Marabá, que ocorre até 29 de setembro, foi realizada uma roda de conversa com cerca de 80 alunos da escola, onde foram debatidas questões sobre a literatura regional.

O coordenador da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), Genival Crescêncio, destaca que a iniciativa “é uma forma de estarmos descentralizando a ação da festa literária, que está ocorrendo no Centro de Convenções, oportunizando aos estudantes das escolas públicas dos diversos núcleos da nossa cidade. Uma forma de trazer essas ações da feira com a comunidade”, ressalta.

Durante o encontro, o escritor apresentou as obras e tirou dúvida dos alunos sobre a carreira e o processo para se tornar um escritor. A estudante, Maiane Evelyn, 17 anos, era uma das mais empolgadas. “Gostei do encontro e acredito que o que nos foi mostrado é de suma importância para nosso aprendizado. A cultura amazônica deve ser exposta e conversada”, disse.

A vice-diretora do CMRIO, Walguilene Ferreira Gomez da Paz, comentou sobre o aprendizado que os alunos adquirem em ações como esta. “É a primeira vez que recebemos um autor de renome para trabalhar o nosso processo de ensino-aprendizagem, reforçar o gosto pela leitura e pela escrita. São iniciativas com o qual nosso aluno aprende a se portar melhor diante da sociedade, falar melhor, escrever melhor e se comunicar melhor”, sublinha.

A ação faz parte do projeto Portal do Conhecimento, organizado pela Imprensa Oficial do Estado do Pará (IOEPA), como ressalta a coordenadora do projeto, Ellana Silva. “O Grande objetivo desses espaços de leitura é levar essa cultura do livro as escolas. Entender que você não aprende só dentro da formalidade da sala de aula, mas também através da obra, da biografia, da troca de experiências de quem galgou toda uma trajetória voltada pra leitura”, enfatizou.

O escritor Paulo Nunes ficou satisfeito com a recepção e participação dos alunos marabaenses. “Um evento muito intenso, emocionante. Evento de troca de afetos que se deram através da leitura e discussão sobre literatura. Momento raro e bonito que esperamos que se repitam outras vezes para que os escritores possam mostrar para os estudantes que a leitura está para além do habito e obrigação do estudo. Literatura é prazer, forma de significação e resistência. Forma de darmos um significado mais bonito a nossa vida. Fiquei muito feliz de estar aqui conversando com possíveis e futuros leitores”, conclui.

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Paulo Sérgio dos Santos 

 

Acessibilidade