Cultura: Praça da Juventude disponibiliza aulas virtuais durante o isolamento social

Alunos da Praça da Juventude acompanham aulas virtuais de skate, dança, capoeira e outros, durante a quarentena.

A Praça da Juventude, no Km 07, está fechada devido ao período de quarentena motivado pela pandemia do novo Coronavirus. No entanto, as atividades da Praça, que é uma extensão da Fundação Casa da Cultura de Marabá (FCCM), não param. Os alunos e demais interessados que acessarem o Facebook da FCCMpodem acompanhar a aulas onlines dos mais diversos cursos que ocorriam na Praça.

O Coordenador da Praça da Juventude, Gilberto Gil da Silva Costa, explica que foi feito um cronograma com os professores para toda semana postarem vídeo aulas. “Pensei que não poderíamos deixar as crianças esfriarem, ficarem sem conteúdo. Já tivemos aulas de capoeira, skate, Dance to Dance e zumba. As próximas serão de flauta doce e musicalização”, conta. Apenas futsal e informática não terão aulas online. “No caso da informática imprimimos alguns trabalhos e entregamos aos pais na portaria”, comenta.

Atualmente a Praça da Juventude conta com 740 alunos que participam de cursos de Iniciação Teatral, Dança e Balé Clássico, Capoeira, Musicalização Infantil, Teoria Musical (Flauta Doce), Fanfarra, Skate, Futsal e Dance to Dance. Além das aulas de zumba realizadas pelas mães, avós e tias das crianças. Aulas de violão também estão previstas, mas devido à pandemia ainda não foram abertas as inscrições.

O professor de skate da Praça da Juventude, Rodrigo Clemente de Souza, conta que as aulas que grava são enviadas também para um grupo de whatsapp com os pais e alunos. “Nesse momento as pessoas tem que reinventar todo seu estilo de vida. Então, já que as aulas estão paradas, buscamos cada um levar sua modalidade e seu curso para as crianças da melhor forma possível”, sublinha.

primeira aula “Como montar um skate”, já está disponível nas redes sociais da FCCM. “A segunda aula já foi enviada aos alunos no whatsapp e estou gravando a terceira. Nela ensinei como subir no skate e fazer a trajetória, se deslocando utilizando o equilíbrio. Como a parada foi no começo do ano estou ensinando os conceitos aos novatos”, explica.

O professor conta que já está preparando para as próximas aulas e que deve abordar também curiosidades e a história do esporte, além de vídeos de da nova revelação do skate brasileiro, Raissa Leal “fadinha do skate”, que é de Imperatriz e chegou a treinar e participar de competições em Marabá. “Temos outros exemplos de skatistas em Marabá, trazer vídeos e estimular as crianças. Tenho muitas alunas e enquanto estivermos no isolamento é importante trazer coisas novas, ensinar e estimular”.

Outras ações

Quem acompanha as redes sociais da FCCM também tem acesso a vários outros conteúdos que estão sendo produzidos para esse período de quarentena. Desde contação de histórias em formato lúdico para as crianças, passando por atrações musicais produzidas por alunos, ex-alunos e professores e claro, informações sobre a Fundação e a cultura de Marabá. Teve até o hino de Marabá sendo tocado pela Banda Municipal, cada um de sua casarespeitando as regras de isolamento social.

Texto: Osvaldo Henriques

Foto: Alex Barros

Acessibilidade