Defesa Civil: Brigadistas combatem focos de incêndio em toda cidade

Na quinta-feira (9), a Defesa Civil Municipal juntamente com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), Corpo de Bombeiros (5º GBM), Exército (EB) e Ministério Público (MP) combateram dez focos de incêndio. Neste período, a recomendação é que as pessoas não toquem fogo na vegetação ou no lixo retirado de seus quintais, para evitar degradação ambiental e problemas respiratórios, bem como penalidades por conta de crime ambiental.

No período do verão, as condições climáticas, estiagem com altas temperaturas e baixa umidade do ar, contribuem para aumento de focos de incêndio no município. O trabalho dos brigadistas da Defesa Civil Municipal em parceria com Semma, MP, Exército e CB começou logo às 10h50, na área de ocupação da Independência.

No início da tarde, a equipe foi chamada para conter um foco de um incêndio no Bairro Amapá, em seguida foi para Folha 25, no Bairro Nova Marabá, lá contiveram mais três focos de incêndios em locais diferentes na mesma Folha.  Já por volta das 17 horas, foi necessário conter um foco de incêndio, na Rua 7 de Junho, na Folha 15, Nova Marabá. Por fim, ao final do dia, os brigadistas realizaram o trabalho em mais dois pontos nos bairros Nossa Senhora Aparecida ( conhecido como Coca-Cola), e no Km 07, ambos na Nova Marabá.

O coordenador da Defesa Civil municipal, Jairo Milhomem, aconselha a população a não realizar queimadas. “Esse ato de colocar fogo, prejudica muito a saúde das pessoas, principalmente de crianças, por questões respiratórias, a autoestima da cidade vai lá para baixo, com muita fumaça por todo canto, o que prejudica também o motorista no seu deslocamento, e mais uma série de fatores ”, elencou Jairo Milhomem, destacando que trata-se de crime passível de multa e detenção, dependendo gravidade do incêndio, destacando o intenso trabalho dos brigadistas.

“Estamos atuando, principalmente no perímetro urbano, com 10 brigadista por dia, usando mochilas costais, carro-pipa com 20 mil litros, rastelo, abafador, tudo isso utilizamos para combater os incêndios e todos os EPI’s necessários  (Equipamentos de Proteção Individual)”, finalizou o coordenador da Defesa Civil municipal.

Veja outras fotos:

Texto: Emilly Coelho 
Fotos: Divulgação

Acessibilidade