Defesa Civil: Famílias continuam sendo transportadas para os abrigos

(2 de março de 2021)

Na manhã desta terça-feira (2), equipes do Exército, Bombeiros Militar e Civil continuam no atendimento às famílias atingidas pela enchente em Marabá em todos os núcleos da cidade. Na Marabá Pioneira, as pessoas desabrigadas e desalojadas estão sendo acomodadas no antigo clube da Acrob e também na Feirinha do bairro de Santa Rosa. Nestes dois pontos já somam oito famílias atendidas.

A defesa civil ainda contabiliza mais dois abrigos, sendo um no bairro Belo Horizonte, no ginásio da Obra Kolping com 35 famílias, e outro no bairro Bom Planalto com 16 famílias. Todo o suporte necessário está sendo disponibilizado ao abrigo construído na lateral no postinho de saúde do bairro de Santa Rosa, na Marabá Pioneira.

Estão sendo utilizados para o transporte das famílias cinco caminhões do Exército e serão contratados mais cinco veículos. Além dos militares do Exército estão sendo empregados no serviço de mudanças mais 8 voluntários civis. Na segunda-feira (01) foram realizadas 41 mudanças e a previsão é que nesta terça-feira sejam atendidas em torno de 50 famílias.

Para Aurizene Ramos França, moradora da Marabá Pioneira, a parceria da Defesa Civil e Exército é de grande ajuda nesse momento de cheia dos rios. “Eu agradeço muito, graças a Deus que já tem uns dois anos que contamos com a ajuda da Defesa Civil e do Exército. Como eu moro só, se não fosse a ajuda deles eu não sei o que seria de mim porque tem ajuda tanto da força quanto do carro, que é um transporte que agiliza muito pra gente”, conta.

Aurizene Ramos

De acordo com Jairo Milhomem, coordenador da defesa civil do município, já foram atendidas 128 famílias e estão sendo levadas para os abrigos públicos e casas de parentes. Já foram contabilizadas 62 famílias desabrigadas e 66 desalojadas.

“Pedimos às famílias que se antecipem e que possam vir até à defesa civil solicitar o transporte para que não fique tudo para cima da hora é importante se antecipar para que possamos planejar o atendimento. Outros abrigos serão construídos para atendimento a essas famílias”, informou Milhomem.

Jairo Milhomem, coord. da Defesa Civil

Na manhã desta terça-feira (2), a régua fluviométrica no rio Tocantins, média 10,26m, uma elevação de 25 centímetros desde às 8 horas da manhã de ontem.

Veja outras fotos:

Texto: Victor Haôr
Fotos: Paulo Sérgio / Sérgio Barros (aérea)