Defesa Civil: Famílias recebem atendimento médico e de assistência social nos abrigos

(29 de março de 2021)

As ações foram realizadas nos abrigos Obra Kolping, Bom Planalto, Santa Rosa, galpão da Folha 31, Acrob e Praça Paulo Marabá, na entrada do Núcleo Marabá Pioneira.

Durante o final de semana, a Prefeitura de Marabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Defesa Civil, prestou apoio aos desabrigados, afetados pela cheia dos rios Tocantins. Nesta segunda (29), o nível do rio está em 10,43 metros.

A equipe do Extra Muro da SMS realizou atendimentos médicos, de enfermagem, aplicação de vacinas de rotina, aferição de pressão arterial, glicemia e testes rápidos de sífilis, HIV, e hepatites B e C. Todas essas ações foram realizadas nos abrigos Obra Kolping, Bom Planalto, Santa Rosa, galpão da Folha 31, Acrob e Praça Paulo Marabá, na entrada do Núcleo Marabá Pioneira.

A equipe do Extra Muro envolve cerca de dez profissionais entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes de saúde. Em cada ação, entre 50 e 60 pessoas são atendidas.

De uma maneira geral, as ações buscam contemplar todas as famílias desabrigadas envolvendo mais de mil pessoas.

De acordo com a Defesa Civil, há 301 famílias desabrigadas, que estão nos abrigos municipais e 272 famílias desalojadas, que foram hospedadas na casa de familiares ou estão pagando aluguel, totalizando 573 famílias.

Segundo o órgão, foram realizadas rondas, em horários alternados, nos abrigos públicos com o apoio dos bombeiros civis, Polícia Militar, agentes do Departamento Municipal de Segurança Patrimonial, Guarda Municipal e Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

A tendência é que as famílias só retornem as suas residências assim que for constatado que não há mais risco de repique no nível dos rios. Até lá, os órgãos municipais seguem realizando ações de assistência aos desabrigados.

Veja mais fotos:

Texto: Ronaldo Palheta
Fotos: Divulgação