Defesa Civil: Nível dos rios marca 12,08 mestros e famílias atingidas recebem mantimentos

Na manhã desta sexta-feira (24), a régua fluviométrica da Seção Fluvial da 23ª Brigada do Exército, localizada às margens do Rio Tocantins, na Marabá Pioneira, apontou o nível do rio Tocantins para a marca de 12,08 metros acima do normal. A Defesa Civil do município informa que em comparação com a última medida de ontem, 23, o rio subiu apenas um centímetro e está se mantendo na mesma medida ao longo do dia.

Hoje, 24, começaram a ser distribuídas mais uma remessa de cestas básicas pela Seaspac (Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários). Os abrigos contemplados foram Galpão da Folha 32, Bom Planalto e São Félix Pioneiro. No total, são oito abrigos que a Defesa Civil municipal presta apoio.

Todos receberão cestas básicas. O coordenador da Defesa Civil municipal, Jairo Milhomem, orienta as pessoas que foram atingidas pela cheia, no entanto, não se encontram em abrigos e desejam receber a cesta básica. “Essas famílias devem procurar o CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) do seu bairro. Lá serão direcionadas quanto ao recebimento desses mantimentos”, destaca Jairo Mailhomem.

Atualmente, cerca de 250 famílias, que representam em torno de 1.000 pessoas, estão distribuídas nos abrigos da Avenida Getúlio Vargas, antiga Feirinha na entrada da Marabá Pioneira, e ainda no núcleo pioneiro, nos abrigos Alzira Mutran e Z-30 (não oficial). No núcleo Cidade Nova, as famílias estão alojadas no Galpão do Bom Planalto e ainda na Obra Kolping.

Desde o dia 13 de abril a Defesa Civil voltou a prestar apoio logístico para as famílias que já havia retornado para suas casas, com exceção do abrigo da Z-30, onde 40 famílias se encontram sem o consentimento da Defesa Civil municipal, pois na última cheia de março, o local não foi mais considerado seguro para construção de abrigos.

Acessibilidade