Defesa Civil: Órgão faz acompanhamento nos abrigos

(16 de março de 2021)

O acompanhamento é feito todas as manhãs por uma equipe da Defesa Civil, que percorre todos os sete abrigos públicos. O objetivo é avaliar as condições das estruturas e acompanhar o atendimento que vem sendo realizado por outras secretarias, como a de saúde, de assistência social e de segurança institucional.

“A programação está sendo voltada para o serviço de monitoramento, o rio subiu muito pouco e nos abrigos precisamos estar acompanhando a manutenção, vê se estão precisando de algumas coisas e acompanhando a situação de cada abrigo, atento às necessidades das famílias”, informou Jairo Milhomem, coordenador da defesa civil do município.

Jairo Milhomem destacou ainda que nestes próximos três dias, quarta, quinta e sexta-feira, serão feitas entregas de cestas básicas de alimentos. “Estaremos agendando para os próximos dias a entrega de novas cestas, foi um pedido junto ao Governo Estadual, via Defesa Civil do estado, o qual fomos atendidos e aguardando a chegada do kit humanitário”, explicou Milhomem.

Apesar do recuo do nível da água dos rios Tocantins e Itacaiúnas, registrando 9,51 metros, na manhã desta terça-feira (16), a defesa civil de Marabá, Milhomem pediu que as famílias permaneçam nos abrigos, pois existe previsão de muitas chuvas para o mês de março e não é seguro um retorno às residências neste momento.

“Estamos monitorando o nível do rio e a orientação é que não retorne, permaneçam até um momento seguro, pois já tivemos registros de enchentes até no mês de abril. Estamos acompanhando todos os abrigos e estamos atentos à saúde e segurança das famílias”, relatou.

Jairo Milhomem, coord. Defesa Civil

Ao todo são sete abrigos onde se encontram 236 famílias, outras 234 famílias desalojadas, que estão em casa de amigos ou parentes, totalizando 470 famílias atendidas. A defesa civil conta com o apoio de homens e caminhões do Exército e corpo de bombeiros militar, além de bombeiros civis, para o transporte das famílias. 

Veja outras fotos:

Texto: Victor Haôr
Fotos: Paulo Sérgio e divulgação