Divisa: Vigilância Sanitária interrompe aglomerações clandestinas durante fim de semana

(1 de março de 2021)

O sábado e domingo (27 e 28 de fevereiro) foram de trabalho intenso para a Divisão de Vigilância Sanitária (Divisa) do município. Três grandes aglomerações clandestinas foram dispersadas. Os locais foram notificados e interditados nesta segunda-feira (1). Os locais permanecerão interditados até a conclusão do processo administrativo que irá apurar a infração.

Além de não respeitar as regras de distanciamento, capacidade de pessoas e uso de máscara, os locais também estavam funcionando além do horário permitido pelo decreto Nº 164/2021. Devido ao descumprimento a fiscalização da Vigilância Sanitária foi prorrogada e intensificada até às 3 horas e permanecerá assim para os próximos finais de semana.

A fiscalização se estendeu por todos os núcleos da cidade. Um dos locais interditados está localizado em uma área rural, a uns 500m do Km-8, onde foram encontradas mais de 1.000 pessoas desrespeitando as regras de contenção do novo coronavírus. Outro local interditado se encontra em um campo de futebol na Transmangueira. Em torno de 500 pessoas estavam no local.

“Esses foram locais novos, que nem estavam no nosso radar, recebemos as denúncias e fizemos a verificação. A multidão foi dispersada, fizemos a notificação e nessa segunda estaremos fazendo as interdições. Permanecerão interditados e terão que providenciar o licenciamento para poder voltar”, explica Daniel Soares da Silva, coordenador da Divisa.

O terceiro local foi um bar, no Bairro Liberdade, que descumpriu a norma de 50% de capacidade máxima de funcionamento. “No meio de tanta coisa que estamos vivendo e as pessoas estão brincando, por isso decidimos que temos que fazer o que for possível para conter os que insistem em descumprir as normas”, lamentou Daniel.

Ele explica ainda que o primeiro final de semana após o novo decreto havia sido mais tranquilo. Mas que nesse a demanda aumentou e por isso decidiram estender os trabalhos durante a madrugada. “Na sexta-feira já tivemos muitos problemas com relação às distribuidoras de bebidas, por isso estendemos o horário de atuação. No sábado constatamos esses três locais com descumprimentos graves das regras”, explana.

Outras fiscalizações

Além do trabalho de fiscalização no período noturno em bares, restaurantes, distribuidoras e casas de show, a Vigilância Sanitária também segue fiscalizando mercados e demais estabelecimentos do comércio. No domingo (28), um supermercado, no Núcleo Marabá Pioneira, foi notificado e teve produtos apreendidos pela exposição de alimentos vencidos.

Todos os dias são realizadas fiscalizações diurnas no comércio da cidade. Também são realizadas fiscalizações noturnas durante dias específicos da semana nas academias e supermercados. Durante sexta, sábado e domingo a fiscalização ocorre até às 3h nos restaurantes, bares e lanchonetes.

Quem for flagrado descumprindo os decretos de prevenção e controle da covid-19 poderá ser autuado e penalizado com multa e a interdição do estabelecimento. Também é obrigação dos estabelecimentos exigir o cumprimento das regras pelos clientes, como o uso de máscaras, sob pena de multa de até R$180 por pessoa que estiver cometendo infração no local.

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Divulgação