Educação: Alunos da Escola José Alves comemoram revitalização

0

As obras fizeram parte da parceria entre Exército Brasileiro e Prefeitura de Marabá, que revitalizou mais quatro escolas.

Os 545 alunos da Escola José Alves de Alencar, no Bairro Independência, receberam uma escola de cara nova após as férias escolares. As obras fizeram parte da parceria entre Exército Brasileiro e Prefeitura de Marabá que entregaram também as escolas Pedro Cavalcante, Elinda Simplício, Terezinha de Souza Ramos e Cisne Branco revitalizadas para a comunidade.

Melhorias que afetam a vida de Sophia Gouveia e Luana Kethelym, alunas do 5º ano da Escola José Alves. As garotas comentam que a disposição para estudar e cuidar da escola melhorou após a reforma. “A escola ficou melhor, mais bonita, antes estava com a parede riscada. Até as aulas, os professores, melhoraram agora. Dá mais ânimo para gente. Agradeço pela reforma”, comenta Sophia. Já Luana comenta que não irá maios riscar as paredes. “A Escola está linda. Não podemos mais riscar por que estão perfeitas. Gostei muito”, acrescenta.

Além da pintura, a escola também recebeu novos aparelhos de ar condicionado e foi feita a troca de cadeiras e luminárias. O diretor da Escola José Flávio, Divino Silva, comenta que tanto os profissionais, quanto a comunidade ficaram muito felizes com o trabalho realizado. “A escola já tinha algum tempo que não era revitalizada, e quando recebemos essa revitalização ficamos muito felizes. É preciso entender que quando falamos de escola não é só o pedagógico mas a estrutura também conta”.

O secretário adjunto de Educação, Orlando Morais, destaca que essas escolas atendem muitos alunos carentes e a revitalização é importante para aumentar a autoestima dessa população. “Com toda certeza uma escola inspira a vontade da criança de vestir a camisa, melhora a autoestima de todos os funcionários que estão inseridos na instituição escolar”, comenta.

Alunos especiais

A escola conta hoje com um quadro de 32 funcionários, sendo 17 professores. São nove salas de aula, uma biblioteca, uma quadra de esportes, sala de professores e uma sala de recurso multifuncional, todas revitalizadas. A sala multifuncional é utilizada para o Atendimento Educacional Especializado (AEE), que atende crianças com deficiência.

A professora Edilene Dias Fernandes, explica que nem todas as escolas possuem essa estrutura, por isso, a escola recebe alunos de outras escolas da região. Ao todo, são 29 alunos atendidos, sendo 12 da Escola José Flávio e o restante da Escola Ana Creuza Bizerra, Heloisá de Souza e de alguns NEIs. “Trabalhamos com objetivo de elaborar materiais alternativos de atendimento especializado para crianças com deficiência, autistas, com síndrome de Down, dificuldade de aprendizado. Investigamos, organizamos e elaboramos materiais adaptados e recursos pedagógicos para atender o desenvolvimento dessas crianças”, explica.

A sala conta com alfabeto móvel, jogos e materiais adaptados para esse público, buscando suplementar o que é desenvolvido pelos professores na sala de aula. Para Edilene a revitalização vem a acrescentar um ambiente melhor para esse aprendizado. “Isso é agradável tanto aos olhos quanto a autoestima das crianças e da própria comunidade. Estudar em um espaço que é preservado, belo e bem organizado faz elas se sentirem valorizadas. Ficou um espaço belíssimo”, conclui.

Texto: Osvaldo Henriques
Fotos: Paulo Sérgio

Nenhum Comentário

ACESSIBILIDADE
X