Educação: Escola Heloísa Castro vence a 2ª Gincana Cidadã da Elmar

Ao todo, 2.300 estudantes do 8º e 9º ano do ensino fundamental participaram do projeto este ano

A Escola Municipal Heloísa de Souza Castro, do Bairro Laranjeiras, foi a grande campeã da 2ª Gincana Cidadã, realizada pela Escola do Legislativo (ELMAR) da Câmara Municipal de Marabá e que reuniu 2.300 estudantes do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental. Os alunos da Heloísa alcançaram 160 pontos e comemoraram muito no encerramento da competição, realizada na tarde desta segunda-feira, dia 24 de junho.

A terceira fase e grande final do certame contou também com as escolas Ruan Pablo (segunda colocada, com 150 pontos); Julieta Gomes Leitão em terceiro lugar (130 pontos); Doralice Andrade, em quarto lugar (120 pontos); e Odílio Maia em quinto (110 pontos).

A Gincana Cidadã foi realizada em parceria com a SEMED (Secretaria Municipal de Educação), com apoio da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) por meio da Escola Superior de Advocacia, representada pelas advogadas Heliane Pereira e Joana Simony de Souza Lima. Também prestigiaram o evento Luivan Matos, assessor do senador Zequinha Marinho; e Kênia Cristina Monteiro, coordenadora do Departamento de 6° ao 9º ano da SEMED.

Ao usar a palavra, Kênia Cristina parabenizou a realização da Gincana Cidadã e sustentou que foi muito importante o projeto ser trabalhado em sala de aula pelo segundo ano consecutivo e que a Secretaria de Educação está dando todo o apoio, por entender que os estudantes da rede têm muito a ganhar com ele. “Agora, esse projeto precisa ter continuidade e alcançar mais escolas. É nesse tipo de atividade que são plantadas sementes sobre cidadania na mente das crianças e adolescentes. Precisamos consolidar esse caminho com a nova geração”, disse a educadora.

Os alunos responderam a três rodadas de perguntas valendo 10 pontos e uma “Pergunta Cidadã” valendo 30 pontos. No final, a comemoração coube aos estudantes da Heloísa Castro, que vibraram muito com a conquista do 1º lugar. Os estudantes de todas as cinco escolas receberam uma placa comemorativa, um exemplar do livro Histórias do Legislativo e um kit de cosméticos. Os professores das escolas finalistas também receberam um livro e uma placa.

A estudante Juliana da Silva Ubirajara, da Escola Doralice de Andrade, foi a vencedora da categoria Artigo de Opinião e ganhou de presente um notebook e um livro da Câmara; a segunda colocada, Joyce de Oliveira Tabosa, da Escola São Francisco, recebeu a mesma premiação; a terceira colocada, Mykaelle Lorrane, da Escola Evandro Viana, ganhou um tablete e um livro da Câmara.

A professora vencedora na categoria Metodologia, Denise Santos, da Escola Jônathas Pontes Athias, recebeu um livro da Câmara e outra premiação surpresa.

A Gincana Cidadã teve como parâmetro o livro “Constituição em Miúdos”, baseado na Constituição Federal de 1988, considerado o alicerce para as perguntas no evento. Para preparar os alunos, a Escola do Legislativo de Marabá elaborou uma formação com estudantes e professores sobre a obra, com realização de oficinas desde o início deste ano.

Ao final, todas as escolas receberam um kit de livros contendo a Constituição Federal, “Histórias do Legislativo de Marabá”.

A diretora da Escola do Legislativo de Marabá, Gabriela Silva, avalia que a segunda edição do evento alcançou mais resultados positivos do que a primeira, porque este ano cada aluno recebeu um exemplar da cartilha Constituição em Miúdos. “A pedido dos professores, no próximo ano não vamos mais eliminar escolas na primeira e segunda fases. Percebemos que todos os estudantes estudaram e respondiam perguntas técnicas com desenvoltura e alcançaram um desempenho muito bom. A participação de professores e escolas foi muito intensa, não apenas dos estudantes. Estes, aliás, falaram da Constituição com espontaneidade”, diz.

Gabriela revela que a proposta feita pelo senador Zequinha Marinho é que o projeto Constituição em Miúdos seja disseminado em outras Câmaras Municipais do sudeste do Pará, tendo como referência o trabalho desenvolvido pela Escola do Legislativo de Marabá.

Texto e Foto: Ulisses Pompeu

ACESSIBILIDADE
X