Educação: Merenda escolar nutritiva promove crescimento e desenvolvimento dos alunos

No Dia Nacional da Merenda Escolar, nesta segunda-feira (21), os 55 mil alunos da rede pública em Marabá, só têm a comemorar com a variação e a qualidade do cardápios servido nas escolas, que é elaborado semanalmente por um corpo técnico de cinco nutricionistas e, posteriormente, aprovado pelo conselho municipal. A merenda é rica em nutrientes, como vitaminas, proteínas e carboidratos.

No cardápio podem ser encontrados 26 itens para alimentação dos alunos nos núcleos de Educação Infantil e 26 para as escolas de Ensino Fundamental e Médio. São alimentos saudáveis, como arroz, feijão, carne, frango, soja, macarrão, verduras, frutas, polpas de frutas, legumes, pão, biscoitos e dentre muitos outros, inclusive o açaí, que é o mais novo item. Muitos dos alimentos são oriundos da Agricultura Familiar.

De acordo com a nutricionista, Graziela Rodrigues Sampaio, a merenda escolar faz parte do processo de aprendizagem dos alunos, além disso, incentiva o crescimento e o desenvolvimento, principalmente nos casos em que os estudantes têm déficits de assimilação e interatividade. “A merenda escolar está atuando como índice positivo. Com a qualidade da merenda, uma alimentação mais rica em nutrientes, os alunos são mais ativos, a aprendizagem está melhor, a gente ver uma qualidade dentro da sala de aula. Temos nutrientes favoráveis que vão agir no cérebro, dar uma interatividade melhor para eles”, destacou.

Segundo o departamento de nutrição da Merenda Escolar, até mesmo a merenda aparentemente mais simples, como por exemplo, a combinação pão com o suco de polpa de fruta, tem sua função importante. “O suco tem a vitamina C, evitando resfriados. Tem a vitamina E. O pão é carboidrato, eles precisam da energia. O órgão que mais consome energia é o cérebro, então, ele é rico em açúcar, na medida do possível, a gente vai dosando e inserindo os carboidratos”, esclarece.

Para garantir ainda mais a qualidade da merenda, as nutricionistas visitam as cozinhas das escolas, ao menos duas vezes por semana, na zona urbana e uma vez, na zona rural.

Natiele França, do 6º ano, estudante da escola Acy Barros, faz questão em consumir a alimentação escolar servida. “Eu merendo todos os dias, não tenho uma merenda preferida, gosto de todas, é muito boa”, afirma.

Já o Carlos Eduardo, do 8º ano, tem preferências. “Eu gosto da sopa, mas também do arroz com frango, do açaí”, disse.

Desde o início do ano, a merenda escolar foi municipalizada na cidade, portanto, em Marabá, tanto no ensino fundamental, quanto no ensino médio, a merenda escolar é fornecida pela Prefeitura de Marabá através da coordenação de alimentação escolar.

Texto: Leydiane Silva
Fotos: Farias Jr e Paulo Sérgio 

ACESSIBILIDADE
X