Nesta quarta-feira, dia 29, a Secretaria Municipal de Educação realizou o 1º Encontro Municipal do Censo Escolar, reunindo diretores de todas as escolas do campo e da cidade. O evento foi realizado no auditório do Senai, na Folha 31, e contou com a participação da coordenadora estadual do Censo Escolar, professora mestre Simone do Socorro Brochado, que realizou uma palestra para os educadores marabaenses com o tema: “O Censo Escolar como instrumento de acompanhamento pedagógico e de avaliação da qualidade do ensino”.

Também participaram do evento a secretária municipal de Educação, Marilza Leite, e Lindalva Ferreira da Silva, coordenadora do Censo Escolar Municipal, além dos diretores de Ensino do Campo e Urbano, Valdirene Nascimento Campos e Fábio Rogério Gomes, respectivamente.

Lindalva Ferreira explica que nesta data, 29 de maio, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) abriu o chamado Educacenso, sistema informatizado de levantamento de dados do Censo Escolar. Até o dia 31 de julho, todas as escolas da educação básica deverão fazer a declaração das informações escolares no sistema. “Mostramos aos gestores a importância da coleta do censo escolar para a melhoria da qualidade de ensino em nossas escolas, tanto do campo quanto da cidade”.

Ainda segundo ela, o Censo Escolar é uma pesquisa educacional indispensável para que todos os governos possam planejar suas ações, pois dependem desses dados para receber do governo federal os recursos financeiros e materiais, tais como Fundeb, PNATE, PNAE, PAR, PDDE, entre outros. “Eles utilizam essas informações para fazer seus planejamentos e melhorar as ações em suas redes. É importante alertar que esses dados influenciam, também, no IDEB de todas as escolas”, explica.

Lindalva Ferreira da Silva, coordenadora do Censo Escolar

O estabelecimento de ensino que não possui o código do Inep deverá procurar o Serviço de Informações e Estatística (SINES) da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) com cópia dos seguintes documentos: CPF ou RG do gestor escolar, comprovante de endereço da escola, autorização de funcionamento emitida pelo Conselho Estadual ou Municipal de Educação, CNPJ (somente para as escolas privadas).

Lindalva Ferreira reconhece que nos últimos anos houve grande avanço na capacitação técnica dos profissionais das escolas que lidam diretamente com o censo, e que o governo atual tem priorizado a informatização nas unidades educacionais. “Todo o trabalho é feito diretamente na plataforma do Educacenso e a grande maioria das escolas têm recursos específicos dentro do ambiente escolar”.

Além disso, a SEMED conta com um laboratório específico para o Censo Escolar, onde os profissionais responsáveis por esse serviço recebem suporte técnico para tirar as dúvidas e transmitir as informações necessárias das 198 escolas existentes na rede municipal. “Por trás de cada número, há um ser humano na escola que foi em busca da aprendizagem, o que é o nosso foco principal”, reconhece.

A professora Simone Brochado sensibilizou os gestores escolares sobre a necessidade de mobilizar seus servidores para aglutinar as informações dos alunos e das turmas de forma clara e correta. “A partir daí, vamos trabalhar as políticas de educação que estão sendo desenvolvidas em Marabá, com base nesses indicadores, o que vai gerar informações tanto para a tomada de decisões por parte da Secretaria Municipal de Educação, quanto para o governo federal”.

Brochado observa que a matrícula nas escolas locais mostra que há índice muito alto de distorção idade-série, e que é preciso realizar um trabalho de base para reverter esse panorama.

O Decreto nº 6.425 de 4 de abril de 2008 determina que todos os estabelecimentos de ensino da educação básica devem declarar os dados educacionais no Sistema Educacenso. A matrícula inicial é a primeira fase de coleta do Censo Escolar, devendo ser declarados os dados das escolas, gestores, turmas, alunos e profissionais escolares em sala de aula, com base na realidade das escolas na data de referência do Censo Escolar (última quarta-feira do mês de maio).

Palestrante Simone do Socorro Brochado

 

Texto: Ulisses Pompeu
Fotos: Magno Barros