GMM: Canil da Guarda Municipal auxilia na busca de taxista desaparecido

O cão Snider é especializado em busca e resgate de pessoas. Participaram da ação três agentes da GMM, Policia Militar, Guarda Florestal e Bombeiros para encontrar o taxista nas margens do rio Itacaiúnas

Nesta terça-feira (28) o Canil da Guarda Municipal de Marabá (GMM) foi acionado para participar das buscas pelo taxista, Gilmar Lima Leite, que estava desaparecido desde sexta-feira (24). Com a ajuda do cão Snider, da raça Pastor Belga Malinois, o taxista foi encontrado e agora recebe atendimento no Hospital Municipal de Marabá (HMM).

O cão e mais três agentes da GMM se juntaram a Policia Militar, Guarda Florestal e Bombeiros para encontrar o taxista nas margens do rio Itacaiúnas, Vila Café, zona rural do município. Segundo o coordenador do Canil da GMM, Helder de Souza Lourenço, foi o cão que levou os agentes até as margens do rio.

“Nosso trabalho foi todo nesse sentido. Pegamos vestígios do cidadão que estava perdido, fazendo com que o cão pudesse farejar por onde ele havia passado. O cão confirmou trilhas, pegadas e no fim doa dia, por volta das 18h o cidadão foi encontrado no local aonde o cão havia indicado”, conta.

O cão Snider é especializado em busca e resgate de pessoas. O Canil da GMM conta com outros 4 cães. A cadela Fúria, Zyah e Drayka, da mesma raça de Snider e o cão Spyke, da raça Pastor Alemão.

A cadela mais recente a integrar o grupo é a cadela Furia, especializada em  proteção pessoal e faro de entorpecentes ela foi adquirida no fim do ano passado e participou esse ano de sua primeira operação este ano, na Folha 23, com a apreensão de uma arma de fogo da fabricação caseira.

O cão Zyah é o mais experiente, possui cinco anos, e já atua há quatro no município de Marabá, tendo participado de várias operações em conjunto com a Polícia Militar e o Exército Brasileiro. Spyke, sete anos, apesar de mais velho, atua somente na proteção patrimonial. Já Drayka foi adquirida ano passado mas já foi utilizada na apreensão de drogas, dinheiro e veículos no Bairro São Félix.

O canil também participou de uma ação solidária neste ano, aonde foram adquiridos alimentos para serem distribuídos para as pessoas carentes da cidade. Os bairros contemplados foram: Liberdade, Velha Marabá(cabelo seco), São Félix pioneiro, Morada nova, Nova Marabá(folha 01), Nossa Senhora Aparecida, Bairro Araguaia e seguimentos evangélicos. “Foi quase 1 tonelada de alimentos arrecadados, fizemos lives no Facebook do Canil para mobilizar as pessoas”, conta Lourenço.

GMM participando de ação solidária

Semma

Ele explica também que um dos usos mais recorrentes do canil se refere a crimes ambientais, em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma) e o Agrupamento Ambiental da GMM. “É um trabalho que fazemos rotineiramente. Inclusive aos finais de semana, referente aos crimes de poluição sonora. Acompanhamos os agentes para dar suporte”.

Durante o período normal, sem pandemia, os cachorros também são utilizados em ações educacionais nas escolas e em capacitações em outros locais, como aconteceu na cidade de Parauapenas, auxiliando na capacitação do canil da cidade. “Já participamos de uma operação com a Polícia Federal, onde nosso cachorro identificou um veículo com 40 kg de drogas. Também realizamos rotineiramente operações nas rodoviárias e em cidades vizinhas como Goianésia e Itupiranga”, conclui Lourenço.

Veja mais fotos:

Acessibilidade