Limpeza Pública: Campanha de conscientização para descarte correto do lixo será lançada em junho

O destino que é dado ao lixo que produzimos nem sempre é o mais correto. Apesar de várias campanhas de conscientização para acomodar o lixo em recipientes adequados, como sacolas de plásticos , o descarte do lixo ainda é feito de forma aleatória em diversos locais (ruas, praças e praias), sem levar em conta as consequências negativas ao meio ambiente.

Em razão disso, e pela proximidade do período de grandes eventos em Marabá, será lançada em junho a  campanha de conscientização “Lixo não tem pé, mas tem Lugar”. O objetivo é esclarecer a população sobre aos malefícios que o acumulo de lixo pode causar.

A campanha tem como base a Lei Municipal 17.850/2018, que instituiu o mês de junho para a realização de ações voltadas a conscientização a respeito do descarte do lixo. A lei nasceu a partir de um projeto apresentado na Câmara Municipal pelo vereador Ronisteu Araújo. “Em Marabá temos muitos problemas relacionados à questão de alagamentos, e nem sempre eles são resultados de uma má gestão do executivo, às vezes,  passa pelo próprio morador que não tem consciência ou não pensa nas consequências do fato de descartar o lixo em qualquer lugar em local inadequado”, justifica.O parlamentar lembra que é preciso trabalhar, junto à população, esse processo de reeducação quanto ao destino do lixo que é produzido. Ele alerta que é preciso manter a cidade limpa evitando se desfazer do lixo jogando em qualquer local. “Esse projeto tem o objetivo de trabalhar a conscientização, orientar o povo que é importante eles descartarem o lixo no local adequado, observar os horários que os caminhões coletores de lixo passam , se for vidro acomodar em recipiente adequado, a população tem um papel importante neste processo, pois também passa efetivamente pela qualidade de vida e da própria saúde”, afirma o parlamentar.

Texto: Victor Haôr

 

ACESSIBILIDADE
X