Meio Ambiente: Gari dos Rios seguem trabalhando diariamente na limpeza dos rios

Mesmo após o período intenso de veraneio, os Garis dos Rios seguem atuando ativamente na limpeza nos rios Tocantins e Itacaiunas. A equipe, composta por 20 profissionais, trabalha diariamente coletando resíduos na Orla de Marabá, e em todo perímetro que vai da rampa da Folha 08 até o Vavazão na Liberdade.

Diferente dos outros anos, a partir de 2019, a limpeza dos rios será feita durante todo ano e não apenas no período da praia, conforme Odair José Coelho dos Santos, responsável por coordenar a equipe. “Conforme o rio vai baixando vão aparecendo novos focos de sujeira. Sempre que passamos por um determinado ponto aparecem mais plásticos e resíduos. Por isso a limpeza se faz necessária permanentemente”, explica.

Odair José Coelho dos Santos

Para isso, a Prefeitura adquiriu dois novos barcos de 12 metros de cumprimento e 13 cavalos de potência.  Antigamente, a limpeza era feita com barcos alugados, com menor capacidade e menos potência. “Os novos barcos facilitaram muito nosso trabalho e propiciaram esse trabalho sem interrupções”, declara Odair contanto que no período da praia chegavam a retirar até três contêineres cheios de lixo por dia dos rios, cada um com capacidade para 5m², números que caíram para menos da metade após o veraneio, mesmo assim ainda seguem altos. “Por isso pedimos consciência da população. Não adianta limpar se as pessoas continuarem sujando, infelizmente há muito material que fica nos fundo dos rios e que só vemos no período de seca”, lamenta.

Entre os materiais mais comuns estão os plásticos, garrafas e latinhas. Além disso, são recolhidas cinzas, carvão, pedaços de paus, tijolos, cascas de frutas, palhas, embalagens em geral e até restos de roupas, como sandálias e panos.

O gari Deraldino Rodrigues Senna, 64 anos, que trabalhava na limpeza dos rios anteriomente, destaca que dá para sentir a mudança do serviço no dia-a-dia. “Foi uma mudança total. Dessa forma o serviço ficou muito mais bem feito e está melhorando cada vez mais. É uma equipe muito organizada. Mudou para melhor”, relata.

Edna Cristina Carvalho, a popular Cris do Cabelo Seco, moradora há 33 anos do bairro Francisco Coelho, o popular Cabelo Seco, ressalta as melhorias com a limpeza diária. “A diferença é muito grande, notável. Você preservar o meio ambiente traz saúde, qualidade de vida e geração de emprego e renda. O prefeito e a Câmara Municipal acertaram em cheio para ajudar os garis a alavancar com mais velocidade, rapidez e precisão o trabalho deles”, acrescenta.

O coordenador geral de gestão e limpeza da Serviço Saneamento Ambiental de Marabá (SSAM), Odilon Cerqueira Leite, conta que o projeto partiu de uma preocupação ambiental da Prefeitura, além de garantir um visual mais bonito para cidade e melhorias na saúde da população.  “Preocupados com o grande volume de resíduos sólidos das margens dos dois rios, compramos duas embarcações, montamos as equipes de Garis dos Rios e estamos intensificando essa limpeza diária no verão e no inverno. Principalmente na Orla de Marabá que é o cartão postal da cidade”, detalha Odilon Leite.

Texto: Osvaldo Henriques

Fotos: Paulo Sérgio dos Santos 

Acessibilidade