Meio Ambiente: Semma fiscaliza crimes de poluição sonora e queimadas

No último fim de semana, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) atendeu pelo menos 10 denúncias de queimadas urbanas. Em uma delas, na Folha 16, Nova Marabá, ocorreu autuação de uma pessoa em consequência dessa prática.

Hoje, 06 de julho, a Semma trabalha integrada com a Defesa Civil Municipal no atendimento de queimadas no perímetro urbano de Marabá, inclusive com disponibilização de um carro-pipa para o combate ao fogo, com capacidade para 20 mil litros de água.

Segundo a Lei Municipal nº 13.183 de 1993, artigos 62 e 63, inciso IX, em consonância com a Lei nº 16.885 de 2002, artigo 25, inciso II (Lei do meio ambiente municipal), que prevê multa de R$ 50,00 a R$ 50.000.000,00.

Poluição Sonora

Nesse final de semana, a Semma juntamento com o Grupamento de Proteção Ambiental da Guarda Municipal, atendeu cerca de 40 denúncias de poluição sonora, resultando em pelo menos nove notificações e apreensões de três caixas amplificadas.

Segundo Paulo Chaves, coordenador de Fiscalização da Semma, as apreensões de caixas amplificadas aconteceram em pontos diversos, uma no bairro Liberdade, outra no Bom Planalto (ambos no núcleo Cidade Nova), e uma terceira na Folha 33, Nova Marabá.

Texto: João Batista
Fotos: Divulgação Semma 

Acessibilidade