Meio Ambiente: Semma intensifica ações de combate aos focos de queimadas na cidade

Neste sábado, dia 17, a partir das 8 horas, o Departamento de Educação Ambiental da Semma promove uma blitz de conscientização na entrada da Marabá Pioneira

As equipes do departamento de fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) percorrem áreas de maior incidência de registro de focos de queimadas na cidade, com a finalidade de apurar os autores do crime. As ações da Semma tentam identificar e autuar quem praticou a infração prevista na Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9.605/1998).

Apesar do trabalho de orientação, educação e conscientização, o coordenador de fiscalização da Semma, Paulo Chaves, alerta que o responsável pelo ato poderá responder criminalmente. “A Semma faz um trabalho amplo de educação e conscientização. E quem comete este crime de provocar queimadas, sem o conhecimento e autorização dos órgãos competentes, nós entramos na parte da sanção administrativa e o responsável poderá responder na justiça”, informa.

Coordenador de fiscalização da Semma Paulo Chaves

Paulo Chaves também pede apoio da população no sentido de ajudar na identificação de quem comete este crime. “É fundamental a denúncia. Uma filmagem ou foto ajuda muito, mas é claro, preservando o denunciante, para que a pessoa tome os devidos cuidados”, alerta Paulo Chaves.

Segundo ele, muitas pessoas estão usando o disque denúncia para informar os locais de queimadas. No entanto, o coordenador lembra que este trabalho, de combate a incêndios, não é de competência da Semma. “A Semma não tem uma brigada de combate à queimada, existem órgãos para isso e a Semma não trabalha neste sentido. Quando recebemos a denúncia vamos até a pessoa tentar identificar o infrator e fazer com que ele responda administrativamente”.

Blitz educativa

Neste sábado, dia 17 de agosto, a partir das 8 horas, na entrada da Marabá Pioneira, acontece uma blitz promovida pelo Departamento de Educação Ambiental da Semma em parceria com o IFPA, onde irá realizar a entrega de panfletos e adesivos de veículos pedindo a colaboração da população para evitar queimadas e também que denuncie pelo telefone 99233-0523.

Texto: Victor Haôr
Imagens: Paulo Sérgio

ACESSIBILIDADE
X