Obras: Drenagem e recuperação de ruas acontecem nos bairros Nossa Senhora Aparecida e Carajás 2

As máquinas da Prefeitura continuam trabalhando pelos quatro cantos da cidade. No bairro Nossa Senhora Aparecida, conhecido como Coca-Cola, os moradores das ruas Osvaldo Cruz e Da Prata estão contentes com o piçarramento das vias que estavam intrafegáveis.

Laiane Dias, 27 anos, mora na Rua Osvaldo Cruz há cinco anos. Ela conta que durante todo esse tempo aguardava por melhorias no trecho onde mora. O lugar de área baixa e terreno arenoso é castigado pelo inverno. “Cinco anos sofrendo aqui, com muita lama na nossa porta e a rua cheia de buraco, cratera. E hoje estamos vendo essa mudança. Estamos felizes”, disse a dona de casa.

Laiana Dias

Já a Francisca Mendes, 34 anos, destaca que é a primeira vez em cinco anos, que viu máquinas trabalhando na porta da casa dela. “Eles vinham jogavam piçarra na rua, mas só era até a metade da rua e voltava pra trás, agora fizeram um serviço de qualidade. Vai melhorar pra gente sair de moto, pra ir num hospital né?!. Porque essa rua era esburacada, cheia de lama, cobras. Agora que arrumada”, enfatiza a moradora.

Francisca Mendes 

Já no Bairro Carajás 2, a Prefeitura trabalhou essa semana na recuperação da Avenida Tocantins, Rua Tauane e Minas Gerais. Além disso, as máquinas trabalharam no acesso ao Balneário “Praia da Mocinha”, no bairro Independência.

Por outro lado, no KM 07, as obras de drenagem continuam na Rua A, paralela a BR-222, onde a pavimentação asfáltica acontecem em toda a extensão de pouco mais de 900 metros. Por lá, o asfalto está sendo feito por etapas e parte dele já está concluído.

O encarregado da obra, Tiago Ribeiro, explica que o serviço está avançado em mais 200 metros da rua, e a drenagem profunda conta com ramais para a coleta da água da chuva. O objetivo é fazer a canalização da água fluvial, que no período de chuvas provocava alagamentos no local, finalizando a preparação da rua para a chegada do asfalto. “Vamos eliminar o esgoto a céu aberto e depois confeccionar a terraplanagem. A drenagem vai ser até a Rua T, ligando até o sinal”, afirmou o encarregado.

Texto: Leydiane Silva
Fotos: Sérgio Barros

Acessibilidade