Obras: Pavimentação em concreto chega à Rua Gabriel Pimenta e outras quatro no Bairro Independência

(8 de dezembro de 2020)

As ruas Adelina, Avenida Brasil, 31 de Março e Tancredo Neves também estão sendo pavimentadas no bairro Independência, totalizando cinco ruas.

A rua Gabriel Pimenta no bairro Independência é uma das mais extensas do local e vem recebendo pavimentação em praticamente toda sua extensão. Na manhã desta terça-feira (08), a obra já se aproximava da Avenida Boa Esperança, cortando todo o bairro da Independência.

Além da Rua Gabriel Pimenta outras ruas transversais também estão recebendo os serviços de pavimentação em concreto armado, como a rua Adelina, Avenida Brasil, 31 de Março e Tancredo Neves, totalizando cinco ruas que estão sendo pavimentadas no bairro Independência.

As vias do bairro Independência recebem esse tipo de pavimento (pavimentação em concreto armado), em razão de se localizarem próximas aos canais ou nascentes d’água ou porque houve registros de alagamentos.

Antes dos serviços de pavimentação, as vias receberam também drenagem e terraplanagem. De acordo com o engenheiro Thiago Lobo, da Secretaria de Viação e Obras Públicas, a pavimentação em concreto armado tem uma durabilidade mínima de 20 anos.

“O uso do concreto armado, ou pavimento rígido, em corredores urbanos apresenta como principal vantagem sua elevada durabilidade, que atinge 20 anos aproximadamente, sendo duas vezes superior ao pavimento convencional, sem nenhuma intervenção que dura em média 10 anos”, explicou o engenheiro.

Comerciante José Lopes conta que melhorou 100%

Todos esses serviços de infraestrutura no bairro deixa a população bastante satisfeita, como o comerciante José Lopes que mora há 30 anos no bairro Independência. “Aqui era ruim, a lama, esgoto a céu aberto, era muito difícil, um mal cheiro da bueira. Tínhamos que conviver com essa realidade e agora está 100% melhor só em não conviver com a lama e a poeira já melhorou tudo”, disse seu José Lopes.

Silvio Roberto diz ver mudanças por onde anda na cidade

Este mototaxista também fez questão de registrar sua opinião sobre a obra que vem acontecendo no bairro e em toda cidade. “Desde 2007 que eu rodo em Marabá toda, mas hoje os mototaxistas só andam em cima de asfalto e economiza pneu, peças, rolamentos e tudo em quanto. Marabá mudou muito, nós vemos a diferença, porque em todo lugar que a gente anda a gente vê máquinas trabalhando e a Prefeitura está de parabéns”, disse o Mototaxista Silvio Roberto da Silva.

Veja as fotos:

 

Texto: Victor Haôr
Fotos: Paulo Sérgio