Obras: Ruas das Folhas 5 e 11 recebem pavimentação em concreto armado

Os serviços de pavimentação em concreto armado nas Folhas 11 e 5 continuam sendo realizados. Os blocos de concreto medem 15 centímetros de espessura, com acréscimo de uma camada de asfalto CBUQ (concreto betuminoso a quente) de 4 centímetros.

O engenheiro civil Fábio Moreira, Secretário Municipal de Obras, explica que a decisão de optar pelo pavimento em concreto nestas vias, se deu em virtude das características da área. “O motivo é o terreno mesmo. Geralmente são pontos onde há nascentes d’água e são lugares onde há histórico com problemas no pavimento asfáltico (CBUQ), e o de concreto suporta melhor nesse tipo de terreno”, explica.

Especificamente nestas ruas, a área é resultado de ocupação desordenada ocorrida na década de 1980. Na região havia áreas de alagamentos em razão das nascentes d’água, degradadas pela ação dos moradores, tendo que redobrar a atenção no serviço de drenagem, que foi realizado no local devido à inconsistência do terreno. Foi utilizada uma camada de pedra, areia e aterro e, posteriormente, a terraplanagem e o pavimento rígido.

José Maria Silva Araújo, morador da Folha 5, explica que a rua em que mora é resultado de uma ocupação desordenada. “Quando nós viemos para cá havia muita gente dividindo os lotes e nós compramos esse aqui. Quando construímos tivemos que colocar muito aterro. Por isso que a pavimentação eles estão fazendo em concreto porque aqui é muito úmido,” comenta seu José Maria.

José Maria Silva Araújo

Os serviços de drenagem e pavimentação das ruas das Folhas 5 e 11 faz parte de um pacote de obras, que integra ainda as Folhas 10, 12 e 13. O projeto é realizado pela Prefeitura de Marabá em parceria com Governo Federal através de um convênio com a Caixa  Econômica e está orçado em mais de 12 milhões de reais (R$ 12.638.883,75).

Texto: Victor Haôr
Fotos: Aline Nascimento 

Acessibilidade