Obras: Ruas do bairro Liberdade recebem drenagem e pavimentação

(23 de junho de 2020)

As máquinas da Secretaria Municipal de Viação e Obras Públicas (Sevop) seguem trabalhando sem parar pela cidade.  A  Prefeitura executa vários pacotes de obras no município, um deles no bairro Liberdade, referente ao Lote 1, inclui a drenagem a pavimentação de várias ruas e avenidas.

Na Avenida Goiás já está sendo colocada a sub-base, ela será a próxima via a receber o asfalto. A moradora Maria Lucia, 56 anos, comemora as melhorias. “Muita coisa vai mudar, primeiro que não terá mais poeira que nem antes, nem aquela lama. Valoriza o imóvel, valoriza a rua. Estou achando muito bom. Nós moradores passamos muita dificuldade mesmo, mas hoje estamos tendo essa vitória”, destaca.

Ao todo serão 751 metros de asfalto, sendo que 477 metros já foram concluídos. Os 274 metros restantes se estendem até a Avenida Antônio Vilhena. Segundo João Alberto, engenheiro responsável pela obra, a previsão é que até o dia 2 de agosto a rua esteja asfaltada, faltando apenas o acabamento com a colocação de calçada, meio-fio e sarjeta.

As ruas 26 de junho, Ademir Martins e Orlando Solino também já receberam a pavimentação e aguardam apenas o acabamento. Enquanto isso, a 1º de Junho está em processo de drenagem e receberá 870 metros de asfalto. A conclusão total da obra, incluindo acabamento, considerando todas as ruas, está prevista para o dia 23 de janeiro de 2020.

O instrutor de academia, Sadoniz Barros, 22 anos, está cheio de expectativa para a entrega da obra.  “Esperamos para ver essa realização e torcemos que seja duradouro. Sempre tem a promessa, já passaram máquinas e nunca veio [o asfalto]. Final do ano vem enxurrada, lama. Mas agora estamos com toda a drenagem e o resto, estamos esperançosos”, comemora Sadoniz.

A Avenida Maria Adelina também está pronta para receber a pavimentação nos 182 metros da rua. O engenheiro da Sevop, Ari Lima, explica que está via receberá concreto, a necessidade de material mais resistente, se dá devido a qualidade do solo no local.

A estudante, Bianca dos Santos, que vive há 12 anos na área, comenta que a rua já recebeu obras anteriores, mas que não resolviam o problema. “Estão consertando erros que aconteceram no passado. Está demorando um pouco, mas a gente tem paciência, porque vai melhorar. Aqui tem muito movimento, é uma avenida grande, muitas crianças. Evita o perigo e melhora a convivência dos moradores” frisa.

Texto: Osvaldo Henriques

Fotos: Paulo Sérgio dos Santos