Obras: Vila Santa Fé vai ganhar posto de saúde reformado e ampliado

Os serviços de reforma e ampliação da Unidade Básica de Saúde José Djalma Azevedo, na Vila de Santa Fé, zona rural de Marabá, distante 70 quilômetros do centro da cidade, já está em finalização e, agora, os moradores aguardam a inauguração do novo espaço de saúde, que deve acontecer nas próximas semanas.

A nova unidade de saúde vai contar com salas de consultas médicas e de enfermagem, farmácia, regulação e um amplo auditório. Na UBS são realizados, em média, 600 atendimentos por mês, entre os feitos por médicos, enfermeiros, de vacinação e de campanhas.

Segundo a gerente do postinho de saúde, Jeane Araújo, a expectativa da população e dos servidores é grande em torno da inauguração do novo espaço que vai oferecer mais conforto para os pacientes. “A expectativa é enorme porque estamos num espaço pequeno. Estamos felizes porque vamos fazer um melhor trabalho para nossos usuários”, argumentou.

Gerente da UBS Jeane Araújo

Dentre tantos usuários que procuram o postinho da vila está o vaqueiro Francisco Bezerra dos Santos, que foi submetido a uma cirurgia para retirada de pedras na vesícula. Ele conta que foi  atendido rapidamente e encaminhado em ambulância para o Hospital Municipal de Marabá. “Sempre que precisei de atendimento aqui na vila, sempre fui bem atendido. No fim do ano passado precisei de uma cirurgia e foi logo atendido e encaminhado para Marabá na ambulância da Vila. No HMM também fui bem atendido e hoje avalio como um bom trabalho aqui no posto, melhorou muito, remédio não falta e hoje estamos ansiosos para sermos atendidos no novo postinho”, relatou.

Vaqueiro Francisco Bezerra dos Santos

A enfermeira Alane Santos Alves, está há dois anos trabalhando na vila. Ela conta que os atendimentos cresceram nos últimos anos. “Além dos moradores da vila, existe também a população dos projetos de assentamentos, nesse novo espaço estamos apostando em grandes serviços para a comunidade como palestras, programas que estavam suspensos como o tabagismo, entre outros porque o espaço estava muito pequeno e aqui teremos mais conforto para os nossos usuários”, destacou.

Enfermeira Alane Santos Alves

Texto: Victor Haôr
Fotos: Sérgio Silva

Veja as fotos: 

Acessibilidade