PLANO NACIONAL DE TURISMO É APRESENTADO EM MARABÁ

 

Programa do Ministério do Turismo (MTur), implantado no Pará com apoio da Secretaria de Estado de Turismo (SETUR) foi apresentado na manhã desta terça-feira, 21, no auditório do Senai, em parceria com a SICOM – Secretaria de Indústria, Comércio, Mineração, Ciência e Tecnologia – em Seminário de Regionalização do Turismo e Fórum Permanente de Turismo Regional do Polo Araguaia Tocantins, com objetivo de discutir e orientar ações inerentes ao desenvolvimento do turismo na região. O evento, foi prestigiado pelo titular da Setur, Adenauer Marinho Góes, que também representou o governador Simão Jatene; e o vice-prefeito Toni Cunha.

Secretário Estadual de turismo reafirmou compromisso com o desenvolvimento do turismo da Cidade.

Segundo Reginaldo Paiva, gerente de Estruturação dos Destinos Turísticos na Setur, o principal objetivo do encontro é fazer com que os municípios façam adesão ao Mapa do Turismo Nacional, o que lhes facilitará acesso aos recursos do MTur para desenvolver atividades afins na região. Paiva lembra que, até o ano de 2013, o Estado definia quais municípios entravam nesse rol. Agora, são os próprios municípios que optam por aderir ao Mapa Turístico, o que é muito simples, bastando cumprir três exigências:

– Assinar o Termo de Adesão;

– Cópia da Lei Orçamentária Municipal, dizendo que há alguma verba no orçamento para o turismo;

– Comprovante da existência de secretaria ou órgão equivalente (departamento, seção) de turismo institucionalizado.

O Mapa Turístico tem validade de dois anos, e essa etapa de adesões vai até o mês de setembro, tendo validade até 2019, quando todos os inscritos terão de revalidar suas adesões, caso pretendam continuar no Mapa. “Até agora a região tem apenas sete inscritos”, observa Reginaldo, esperando que depois das orientações esse número chegue a 30.De acordo com Ricardo Pugliese, titular da Sicom, nos últimos anos, diante da queda na economia, a política voltada ao turismo em Marabá não avançou como deveria, considerando que o município tem potencial para ser um verdadeiro polo, especialmente no tange ao turismo de negócio. Agora, com a inauguração em breve do Centro de Convenções e a chegada de grandes projetos, Marabá vai se destacar nessa área.Para cumprir a terceira exigência da Setur, Marabá está em fase de organização do setor de turismo. Antes administrado por uma secretaria, deve ficar na responsabilidade de um departamento, dentro da Sicom.

ASCOM – Assessoria de Comunicação