Procon: Órgão de Proteção ao Consumidor está funcionando em novo prédio

A inauguração foi nesta quinta-feira (23)

O órgão de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), a partir desta sexta-feira (24), passa a funcionar em novo local, em um prédio próprio, novinho, construído na antiga sede da Polícia Civil, ao lado da sede anterior, na Avenida 5 de abril, na Marabá Pioneira. A inauguração foi realizada na tarde de quinta-feira, (23), em uma cerimônia seguindo os protocolos para evitar a propagação do novo coronavírus.

O prédio foi doado pelo Governo do Estado ao município, mas devido ao tempo, parte da estrutura estava comprometida e precisou ser reconstruída se transformando em um espaço moderno e confortável para os consumidores e servidores. No entanto, a Prefeitura fez questão de manter a estrutura histórica do lugar.

“É um estrutura muito boa para o Procon ficar ainda mais atuante. Há muito tempo havia essa demanda, então conseguimos o recurso, próprio do Procon [Fundo de Defesa do Consumidor].  Estruturamos, fizemos um prédio belíssimo. O importante é isso, dar condição para o Procon trabalhar, porque tem um papel importante na defesa do consumidor”, enfatiza o prefeito de Marabá, Tião Miranda.

O novo espaço conta com um amplo salão de atendimento ao consumidor, salas de conciliações, sala para reuniões do conselho de defesa do consumidor, sala das diretorias, departamento jurídico, coordenação e estacionamento. A mobília é toda nova e o órgão também está de veículo novo. Além disso, o espaço segue as normas de acessibilidade com banheiros adaptados e um elevador para atender às pessoas com deficiência (PcD).

Zélia Sousa, coordenadora municipal do Procon, funcionária do órgão há 10 anos, destaca que o momento é um marco histórico na defesa do consumidor, algo que foi reconhecido nacionalmente. “Estamos recebendo uma sede, que foi eleita pelos Procons a nível de Brasil. Ela foi classificada com uma das melhores do país. Estamos de parabéns porque é uma super estrutura para atender o público consumerista. É muito gratificante” destaca a coordenadora.

Zélia Lopes Sousa, coord. do Procon

Uma das novidades da nova sede é que agora o consumidor contará com um espaço físico do programa “Linha Direta”, que visa agilizar a demanda de reclamações diversas, referentes ao consumo de energia elétrica. Todo o processo é acompanhado por um servidor do Procon. “O programa existe desde 2017 e agora com essa nova sede do Procon, a gente vai poder ter uma capacidade maior de atendimento, uma capacidade maior de soluções desses casos e quem ganha com isso é o consumidor”,  afirma Anderson Torres, executivo de relacionamento com cliente da Equatorial.

Eva Régia Silva, consumidora que entende bem os seus direitos, sempre procura o órgão para a solução dos problemas, principalmente os em relação ao consumo de energia elétrica. A dona de casa representou os consumidores na cerimônia e ficou encantada com a nova sede.

“Para mim é uma satisfação porque a gente é bem atendida, e os processos têm resultados. Eu precisei muitas vezes do Procon. Agora bem melhor, a reforma ficou ótima, o consumidor vai se sentir à vontade. Uma diferença enorme, elegante, bonito”, comentou Eva Régia sobre a estrutura.

Dona Eva Régia

O novo prédio do Procon foi orçado em R$ 808.921,20, provenientes de recursos próprios. De acordo com a coordenação do órgão, em apenas dois meses foram registradas cerca de 400 reclamações, por dia,  órgão atende em média 30 consumidores. O atendimento já acontece de forma presencial desde maio, seguindo as normas de segurança no combate ao coronavírus.

Veja outras fotos: 

Texto: Leydiane Silva
Fotos: Secom / PMM 

Acessibilidade