Saúde: Base do SAMU, em São Felix, garante melhorias no atendimento à população

(19 de novembro de 2020)

Em funcionamento a pouco menos de 20 dias, a base descentralizada do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), do Núcleo São Félix, está sendo avaliada positivamente pelas equipes de trabalho e pela população do distrito. A base, que atua com ambulância de suporte básico e atendimento 24 horas, já atendeu 78 ocorrências até esta quinta-feira (19), sendo 52 somente no São Félix. A forma de acionar o serviço continua o mesmo, por meio de chamadas para o número 192.

Mauricio Júnior mora no bairro São Felix II, há 20 anos, bem próximo ao SAMU, tem acompanhado a movimentação da ambulância. Para ele, a chegada da base para o complexo São Félix só confirmou os anseios da comunidade. “Quando tinha algum acidente aqui, a gente chamava o SAMU, que tinha de sair da base da Cidade Nova, para cá. E hoje temos uma ambulância 24 horas. Agora o serviço está mais agilizado, esperamos que venha outra ambulância para agilizar mais ainda”, comenta o morador.

Maurício Jr.

Aos 90 anos, dona Maria Augusta Almeida, também observa, da porta de casa, o vai e vem da ambulância do 192 e expõe a satisfação em ver o funcionamento do serviço mais próximo dos moradores daquela localidade. “Achei bom demais, porque toda hora aqui. Se precisar levar as pessoas, mais perto”, afirmou a idosa.

dona Maria Augusta

O técnico em enfermagem Marcos Rafael é socorrista do SAMU e observa o quanto o tempo/resposta tem feito a diferença para a vida das pessoas que precisam do serviço. Um atendimento, que antes teria o tempo/resposta entre 30 a 40 minutos, agora pode ser feito entre 4 a 10 minutos.

“Estávamos certo daquilo que imaginávamos e que foi estudado para que chegássemos a essa realização. Temos as primícias do atendimento pré-hospitalar, que tempo é vida, e a instalação dessa base está proporcionado um tempo/reposta aos pacientes, que precisam do nosso atendimento com mais eficácia, rapidez. Conseguimos evoluir em um tempo muito significativo”, enfatiza.

Marcos Rafael, socorrista

Dentre as ocorrências mais comuns no complexo São Félix estão as causas clínicas (26 casos), seguido pelos acidentes de trânsito. Foram 15 atendidos nesta primeira quinzena.

A coordenadora do Samu, enfermeira Walterlice Vieira, esclarece que apesar da implantação da base do Samu em São Felix, o serviço segue protocolos nacionais, funcionando de maneira ininterrupta, ou seja, a qualquer dia e hora da semana, somente em atendimentos de urgência e emergência, exclusivamente por meio de chamadas para o 192. Dependendo da situação, a ambulância pode até ser deslocada para outro núcleo, caso seja necessário.

A exemplo de casos de urgência e emergência estão acidentes, envenenamento, queimadas, ferimentos por arma de fogo ou branca, tentativa de suicídio, suspeitas de enfarto, AVC, crise convulsivas, trabalhos de parto com risco de morte da mãe ou do feto, dentre outras. Além disso, Walterlice alerta a população para os cuidados no repasse das informações quando solicitar o serviço.

“O solicitante tem de manter a calma para que o atendimento seja feito de forma mais rápida e que não haja desencontro nas informações repassadas, como o endereço, ponto de referência, porque aí nossa equipe demora chegar quando a pessoa não consegue repassar as informações de forma adequada”, ressalta a coordenadora, destacando que outra forma de a população colaborar com o serviço é respondendo as perguntas feitas pelo telefonista e médico regulador.

“Porque a partir dessa resposta é que o médico vai poder fazer uma triagem e saber o tipo de suporte adequado para aquela vitima”, explica.

De acordo com Walterlice, existem dois tipos de suporte no SAMU, em Marabá, o suporte avançado, que é a UTI Movél, com presença de médico, enfermeiro e condutor socorrista, e, para os casos menos graves, a USB, com técnico de enfermagem e condutor socorrista. Ambos os suportes com uma série de equipamentos específicos para a situação seja atendida.

Walterlice Vieira, coord. do Samu

Texto: Leydiane Silva
Fotos: Aline Nascimento

Veja galeria de fotos: