Saúde: Bebê com problemas cardíacos ganha luta contra a covid-19

Não se engane com a aparência frágil da pequena Maria Helena. Com apenas 7 meses, ela é uma vitoriosa. Desde o nacimento, vem lutando pela vida, quando foi diagnosticada com uma cardiopatia congênita. Além da condição delicada de saúde, no final de maio, criança deu um grande susto na avó materna, Tatiana dos Santos, de 39 anos, por outro motivo. A bebê foi infectada pelo novo coronavírus e, agora, também faz parte do grupo de campeões vencedores da batalha contra a covid-19, no município de Marabá.

De acordo com a avó Tatiana, a neta foi levada ao Hospital Municipal de Marabá (HMM), no dia 28 de abril, porque apresentava febre constante. Maria Helena precisou ficar internada por três dias e depois continuou o tratamento em casa.“Eu nem desconfiava porque a gente não saía de casa. Eu a levei no hospital porque a febre não passava. Primeiro houve uma desconfiança de pneumonia, mas quando o resultado chegou a confirmação era de covid-19. Daí ela começou a tomar a medicação e graças a Deus melhorou”, comenta.

Maria Helena foi a única a apresentar a doença em casa.  Ela e Tatiana moram sozinhas e os cuidados com a bebê são constantes, ressalta a avó. Agora recuperada da covid-19, a pequena ainda tem mais uma batalha pela frente: aguarda por um leito, em Belém, onde deve passar por cirurgia para corrigir os problemas no coração.

Enquanto isso, Maria Helena e avó vão aproveitando juntinhas cada fase de crescimento. No próximo dia 16, Maria completará oito meses de vida para a alegria da avó coruja e essa data terá um significado ainda maior para as duas.

Texto: Leydiane Silva
Fotos: Paulo Sérgio 

Acessibilidade